Uma casa bem-humorada e com muita história para contar

Há quem ame e quem odeie o estilo kitsch, porém não há dúvidas de que ele tem ganhado força no universo da decoração e se torna mais presente no dia a dia do que as pessoas imaginam, embora nem sempre seja reconhecido pelo nome.

A principal característica dessa tendência é o exagero e o uso excessivo de elementos, como diversos quadros em uma mesma parede ou a mistura de vários estilos em um mesmo ambiente. “É essa relação com o exagero que muitos associam ao brega. No entanto, na maioria das casas é comum verificar elementos considerados kitsch como pinguins de geladeira, anões de jardim, flores artificiais ou até mesmo imitações de obras de arte. Isso não significa que a pessoa tenha mau gosto para decorar, pois estamos lidando com cultura de massa”, afirma o arquiteto Lisandro Piloni.

Para aqueles que não têm receio em exagerar na decoração, o profissional dá dicas de como usar determinados elementos: “Se a intenção é algo kitsch, deve-se exagerar na quantidade e variedade de cores de almofadas, por exemplo, ou ainda, pintar uma parede com cor forte e acrescentar diversas molduras de fotografias de diferentes épocas. Se forem objetos bem escolhidos, podem sim ter seu ponto positivo de destaque na decoração”, ensina Piloni.

Já os arquitetos André Bove e Felipe Raduan listam algumas vantagens de investir no estilo kitsch, sendo uma delas o fato de que é possível realizar uma composição gastando pouco. Até porque a graça da decoração também está no momento da busca pelos itens em lojinhas baratas e brechós. “Garimpar faz parte da diversão e do dia a dia de quem aposta em uma composição irreverente, e alguns achados acabam sendo os responsáveis por toda a graça do espaço”, finalizam Bove e Raduan.

Confira alguns objetos que podem contribuir para imprimir o estilo kitsch em sua residência:

 

 

Onde encontrar:
Capitain Online
www.capitainonline.com.br

SERVIÇO:
Piloni Arquitetura
www.piloni.com.br

Raduan Arquitetura
www.raduanarquitetura.com.br

One Response to Uma casa bem-humorada e com muita história para contar

  1. [...] Matéria publicada no Jornal O Retrato em 07 de março de 2014. Link direto aqui. [...]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face