Técnicas no preparo evitam desperdício de alimento, que já chega a 1,3 bilhão de toneladas ao ano

No dia 16 de outubro comemora-se o Dia Mundial da alimentação, mas os prejuízos com o desperdício de alimentos no mundo ainda são muitos. A falta de cuidado na preparação dos mesmos traz danos às economias dos países, além de impactos significativos nos recursos naturais, como água, solo e biodiversidade.

Segundo o novo estudo publicado em setembro pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), o volume de alimentos desperdiçados anualmente no mundo é de 1,3 bilhão de toneladas. Neste sentido, o curso de Nutrição da Universidade Cruzeiro do Sul listou algumas dicas para evitar esse desperdício. O estudo foi liderado pela aluna Letícia Neves Bedin, integrante do Programa de Iniciação Científica da instituição de ensino.

Como amenizar o desperdício
Algumas partes dos alimentos podem e devem ser utilizadas no preparo, já que possuem alto nível nutricional, como, por exemplo, folhas de cenoura, beterraba, couve-flor, hortelã, cascas de laranja, goiaba, maçã, banana, batata inglesa, talos de brócolis, beterraba, sementes de melão, jaca e abóbora. “Após ter aproveitado o alimento da melhor forma possível, a sobra não comestível ainda pode ser encaminhada às usinas de compostagem, que transformam esses restos em adubo para hortas e jardins”, explica a professora Maria Lucia Perrella Carvalho, do curso de Nutrição da Universidade Cruzeiro do Sul.

Outra forma de se gastar menos está relacionada ao cozimento do alimento. Cozinhar ao vapor, por exemplo, reduz a perda de nutrientes, realça a aparência e economiza o gás de cozinha, além de não aumentar o valor calórico, pois não há a necessidade do uso de óleos ou outros tipos de gorduras.

Condutas que devem ser adotadas:
· Utilizar os utensílios adequados;
· Armazenar os alimentos em locais limpos e em temperaturas ideais;
· Preparar somente o que for consumir;
· Controlar a água utilizada;
· Não descongelar alimentos em água corrente;
· Descartar o óleo de fritura para a reciclagem;
· Utilizar receitas sustentáveis.

Biscoitinhos de casca de goiaba

Rendimento: 24 porções

Ingredientes:
– 2 unidades (cascas) de goiabas
– 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
– 1 xícara (chá) de açúcar
– 3 colheres (sopa) de margarina

Modo de preparo:
Pique a casca em tirinhas e reserve. Em uma vasilha, misture a farinha, o açúcar e a margarina. Amasse até formar uma massa homogênea, misture bem as casquinhas bem picadas, molde os biscoitinhos em formato arredondado e leve para assar em forno médio pré-aquecido até dourar.

SERVIÇO:
Universidade Cruzeiro do Sul
www.cruzeirodosul.edu.br

2 comentários em “Técnicas no preparo evitam desperdício de alimento, que já chega a 1,3 bilhão de toneladas ao ano

  • 22 de outubro de 2013 em 18:13
    Permalink

    É inadmissível que tantas pessoas ainda passem fome no mundo e tantos alimentos são desperdiçados. Precisamos divulgar que é possível sim aproveitar os alimentos em sua totalidade. Ótima reportagem!

    Resposta
  • 24 de outubro de 2013 em 9:00
    Permalink

    Realmente o desperdício de alimentos impacta não só economicamente já que muitas pessoas ainda não tem o que comer. Somente com o uso de praticas e técnicas como as que foram propostas acima é possível o reaproveitamento de alimentos e a redução da perda dos mesmos. A reportagem é ótima!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *