Sesc Belenzinho traz a São Paulo temporada do espetáculo “Canastrões”

Em 2011, Paulo Gracindo (1911-1995), um dos mais importantes atores brasileiros dos palcos e da TV, completaria 100 anos. Gracindo Junior se reuniu com os filhos Gabriel Gracindo e Pedro Gracindo para lembrar a herança de memórias e personagens inesquecíveis deixada pelo artista e comemorar o centenário em que o ofício está presente na família.

No dia 4, sexta-feira, o espetáculo Canastrões estreia na Sala de Espetáculos II do Sesc Belenzinho, e cumpre temporada até 3 de novembro, às sextas e sábados, às 20h, e domingos e feriados, às 17h.

A peça estreou em Portugal em abril de 2006 e, desde então, percorreu algumas cidades brasileiras, como Rio de Janeiro, Recife, Manaus, Brasília, Fortaleza, Ouro Preto, São João Del Rei e Belo Horizonte.

Com texto, direção e encenação do diretor espanhol Moncho Rodriguez, a encenação entrelaça épocas e estilos, personagens e arquétipos e percorre o imaginário de um teatro que vai da tradição ao contemporâneo e procura estabelecer uma forte cumplicidade com o espectador.

Nessa viagem pelos universos fabulosos, três personagens: O Enviado, O Acontecido e O Inevitável carregam os seus “canastros” (baús) repletos de memórias. Tempos, vidas, histórias, sonhos e desejos os levam a percorrer os caminhos do teatro, desde os mais remotos princípios dos Cômicos de la Légua ibéricos até a contemporaneidade do teatro, que procura encontrar a sua linguagem própria.

Eles questionam ainda a perda da verdade poética, principal alimento da criação artística, a transformação da arte e dos seus ofícios em produtos descartáveis de consumo, as razões de uma modernidade sem identidade e da globalização redutora dos mais elevados sentimentos humanos.

Assim, perdidos diante de tantas contradições, decidem retomar os caminhos de um princípio imaginado, inventado pela história e lendas do próprio teatro, procuram os fios condutores que possam devolver a essência da alma do ator. Como cavaleiros consagrados por uma missão, revivem cenas, personagens, passagens da história do teatro e da humanidade, as mais divertidas peripécias do jogo da vida e da convenção teatral. Sem o saberem, revisitam as suas próprias almas e acreditando naquilo que sonham, vivem na cena com a maior das verdades, a irrealidade a quem chamam Vida.

Contraditórios, patéticos, divertidos, dramáticos, intérpretes e músicos, esses atores/ personagens usam todos os truques e artimanhas que guardam em seus “canastros” na busca de uma verdade cênica que possa transformar a relação do ator com o espectador. “Há muitos anos herdei de meu pai um canastro repleto de memórias, poesias, histórias, sonhos, truques e magia. E ele foi crescendo, crescendo e se multiplicou em outros canastros puxados pelos meus filhos, que hoje trilham novos e antigos caminhos. Vivendo no palco e representando na vida, fizemos, da ilusão, realidade. E como equilibristas no arame, voltamos a caminhar juntos em busca do invisível, a cada dia sonhando uma nova história, puxando os nossos canastros pelos reinos do Sesc nunca visto”, conta Gracindo Junior.

Moncho Rodriguez, que aceitou o convite da Família Gracindo para a criação do espetáculo, conta como o idealizou:“Tentei traduzir as inquietações e vontades dos atores procurando que os seus olhos estivessem sempre presentes no brilho do olhar do espectador”.

Rodriguez atualmente comanda o Centro de Criatividade de Póvoa do Lanhoso, lugar destinado às experimentações teatrais e intercâmbio cultural entre artistas do mundo inteiro, principalmente Brasil e Portugal.

SERVIÇO:
Canastrões

Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1.000
Belenzinho
Tel.: 2076-9700
Até o dia 03 de novembro, sex. e sáb., às 20h; dom., às 17h. Nos feriados 12/10 e 2/11, às 17h.
Ingressos à venda pela Rede IngressoSesc (unidades do Sesc) e pelo Portal Sesc SP (www.sescsp.org.br). R$ 25,00 (inteira); R$ 12,50 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino); e R$ 5,00 (trabalhador do comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *