Salustiano vence em Londrina

A corrida da segunda etapa da Fórmula Truck em Londrina foi dividida em duas partes. Começou com pista seca e terminou com pista molhada. Depois de vinte minutos de prova, a chuva chegou. A direção determinou que todos os caminhões fossem para o Boxe para trocar os pneus para chuva. Nesse momento, os cinco primeiros eram Paulo Salustiano seguido por Régis Boessio, Diogo Pachenki, Djalma Fogaça e Leandro Reis.

Na segunda parte da corrida, disputada com chuva forte, Boessio ficou na ponta, seguido de Salustiano, Pachenki, Reis e André Marques. Na somatória das “duas baterias” – que considerou os tempos das duas partes da corrida –, Paulo Salustiano confirmou a primeira colocação, seguido por Régis Boessio, Diogo Pachenki, Leandro Reis e André Marques.

Após a corrida, Paulo Salustiano, da equipe ABF Racing Team, comemorou bastante o primeiro lugar no pódio em sua carreira. “Vinha batendo na trave, mas agora deu. Foi um fim de semana muito bom, onde andei bem com a pista seca e isso ajudou na primeira parte da prova. Dedico essa vitória ao Aurélio Félix, criador dessa categoria, que deixou um grande legado”, disse.

Régis Boessio sabia que em condição de pista molhada, poderia levar vantagem sobre os demais pilotos. “Meu caminhão no seco não era tão bom, tanto que na primeira parte da corrida, acabei perdendo uma posição. Já quando choveu, pude recuperar a liderança, acabei chegando em primeiro, mas pelo regulamento – que somou ao tempo final a diferença entre os caminhões antes da paralisação – terminei em segundo. Mas não fico chateado não, se esse é o regulamento, todos devemos seguir. Eu sei que podemos melhorar, mas sei também que a vitória vai chegar”, afirmou.

Equipe Lucar Motorsports
Para o piloto paulista Luiz Lopes, patrocinado pelo jornal O Retrato, revista Em Dia e L&L Veículos, os treinos livres de quinta-feira e sexta-feira auxiliaram bastante. “Os treinos que antecedem a corrida foram muito importantes para realizar alguns ajustes na parte de suspensão e turbina para a classificação”, afirma.

Quanto ao desempenho da etapa Luiz contou: “Largamos na 16ª posição e logo na terceira volta perdemos a pressão da turbina, que em seguida veio a quebrar. Realmente não foi um final de semana esperado, mas como se trata de uma equipe nova estamos tentando evoluir para brigar por posições”, revelou.

Já em relação à próxima etapa da corrida o piloto contou que “Caruaru é um lugar seco e muito quente, por isso vamos investir na resistência do caminhão para tentar classificar bem”, concluiu. A próxima etapa acontece no dia 19 de maio em Caruaru e o jornal O Retrato trará uma cobertura do evento!

Resultado final do GP Crystal de Fórmula Truck
1º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team;
2º) Regis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team;
3º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team;
4º) Leandro Reis GO/Scania), Original Reis Competições;
5º) André Marques (SPMAN), RM Competições;
6º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco;
7º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport;
8º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing;
9º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão;
10º) Jansen Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport;
11º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco;
12º) Alberto Cattucci (SP/Volvo), ABF/Volvo;
13º) Ronaldo Kastropil (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport;
14º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições;
15º) Debora Rodrigues (SP/MAN), RM Competições;
16º) Djalma Fogaça (SP/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks;
17º) Edu Piano (SP/Ford), Território Motorsport;
18º) Felipe Giaffone (SP/MAN), RM Competições;
19º) Pedro Gomes (SP/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks;
20º) Leandro Totti (PR/MAN), RM Competições;
21º) Rogério Castro (GO/ Volvo), ABF Motorsport;
22º) Adalberto Jardim (SP/MAN), RM Competições;
23º) Danilo Dirani (SP/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz;
24º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports;
25º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz.

Classificação do Campeonato Brasileiro
1º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 48;
2º) Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, 41;
3º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 32;
4º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 26;
5º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 23;
6º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 16;
7º) Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 15;
7º) André Marques (SP/MAN), MAN Latin America Racing Team, 15;
7º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 15;
10º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 12;
11º) Leandro Totti (SP/MAN), MAN Latin America Racing Team, 11;
12º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 10;
12º) Alberto Cattucci (SP/Volvo), ABF/Volvo, 10;
14º) Ronaldo Kastropil (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 7;
15º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 6;
15º) Jansen Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, 6;
15º) Djalma Fogaça (SP/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 6;
18º) Débora Rodrigues (SP/MAN), MAN Latin America Racing Team, 2;
19º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 1.

Fonte:
Fórmula Truck

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *