Rival do Brasil no grupo A, Croácia vence e mantém viva a chance de avançar na Copa

BRUNO LEITÃO

Os croatas foram derrotados pela Seleção Brasileira na primeira partida do Mundial, e ainda com aquele gostinho amargo depois de o juiz japonês Yuichi Nishimura inventar um pênalti para o Brasil em um lance normal protagonizado pelo atacante Fred. Pois é, mas no segundo duelo dos croatas pelo grupo A, contra a seleção de Camarões, o que se viu foi um atropelamento por parte dos europeus e, de quebra, a eliminação do adversário. Destaque na partida foi o atacante Mario Mandžukić, artilheiro do Bayern de Munique, suspenso contra o Brasil, que anotou dois gols na vitória por 4 a 0, na Arena Amazônia, em Manaus. Olic e Perisic completaram o marcador. Mandžukić ainda esteve presente no lance mais violento do jogo, quando o camaronês Alex Song acertou uma cotovelada no croata e acabou expulso de campo, facilitando a construção do resultado. O jogo também ficou marcado por uma situação para lá de inusitada. Irritados com o desempenho no gramado, companheiros de equipe, os camaroneses Assou-Ekotto e Moukandjo trocaram alguns empurrões e tiveram de ser apartados pelos demais jogadores. Com o triunfo, a Croácia marcou os primeiros três pontos e agora vai jogar a ‘vida’ diante do México, na segunda-feira, dia 23, na Arena Pernambuco, em Recife. Os croatas dependem apenas de si para avançarem de fase. Já à seleção de Camarões resta agora ‘treinar’ os jogadores no último compromisso da tabela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *