Plantão do Torcedor – Edição 310

Timão vai em busca do título mundial
Mesmo passando sufoco no segundo tempo da partida, o Timão cumpriu sua obrigação e, com gol do peruano Paolo Guerrero, venceu por 1 a 0 o Al Ahly, do Egito, classificando-se para a final do Mundial de Clubes da Fifa. Depois do jogo, o técnico Tite havia dito que dificilmente mudaria a escalação da equipe e entraria em campo na decisão utilizando as mesmas peças do jogo contra os egípcios. Porém, o discurso do treinador mudou ao assistir o Chelsea, da Inglaterra, atropelar o Monterrey, do México, na outra semifinal, vencendo por 3 a 1, com dois gols de Juan Manuel Mata e um de Fernando Torres.

Quero analisar. Posso ter dois jogadores de velocidade na linha de três ou dois armadores. Vou pensar. Não vou esconder. Assim que tiver a posição, passo a vocês (jornalistas)”, afirmou.

Tite ainda disse que se impressionou com o porte físico e a força dos jogadores dos “blues”, principalmente dos defensores na hora do combate. Avaliou que caso tire o camisa 10 Douglas, o time perderia muito no setor ofensivo e de criação da equipe. “O Chelsea tem jogadores altos, de imposição física. Não é perder o lugar. A mudança está dentro do que pode ser importante para o jogo e para a equipe”, ressaltou.

Pelo lado inglês, o time vai se preparando para encarar o Timão e sua torcida de “loucos”, que viajaram até o Japão e prometeram fazer a diferença na final que vai ser disputada no estádio de Yokohama, neste domingo, às 8h30. Isso foi o que o técnico, Rafael Benítez, falou na entrevista coletiva após conseguir a classificação para a final.

Espero que não faça a diferença. Todas as equipes brasileiras que jogam o Mundial são boas e ter milhares na torcida é algo muito bom. Nós também vamos ter uma parte e isso nos dá força, ânimo e uma motivação maior para ganhar. Estamos concentrados e confiamos no nosso time”, declarou o comandante do Chelsea.

Esta é a segunda vez que o espanhol Rafa Benítez enfrenta um time brasileiro na decisão do Mundial de Clubes da Fifa. Em 2005, era quem treinava o Liverpool na derrota para o São Paulo por 1 a 0 com gol de Mineiro no mesmo estádio onde Corinthians e Chelsea vão se enfrentar.

O ensinamento que ficou daquela partida é que temos de aproveitar as oportunidades. Contra o Monterrey foi assim. Tivemos as chances e matamos a partida no começo do segundo tempo”, finalizou Rafa Benítez.

Marcos lança livro com fotos de sua carreira
Depois do grande sucesso de Nunca Fui Santo, a Editora Universo dos Livros lança o livro Amém, Marcos – O livro oficial de fotos do santo, que traz fotos preciosas da notável carreira do ex-goleiro palestrino, feitas pelo fotógrafo oficial do Palmeiras Cesar Greco, durante toda trajetória de São Marcos pelo futebol brasileiro. Além disso, a publicação ainda conta com o prefácio surpreendente do jornalista Joelmir Betting, que faleceu no dia 29 de novembro, aos 75 anos.

Segundo o próprio Marcos, neste livro você encontrará “(…) fotos de defesas, de jogos, de treinos, de concentrações, de vestiários, de desconcentrações, de conquistas, de dores. Tem de tudo. Como é a vida de um atleta. Como é a vida de uma pessoa comum. Como eu sou. Sempre fui. Espero sempre ser”.

Amém, Marcos – O livro oficial de fotos do santo possui cerca de 280 fotos que apresentam aos fãs do ex-goleiro os momentos mais marcantes de sua carreira dentro e fora dos gramados.

Geninho deixa Lusa com sensação de dever cumprido
A Portuguesa anunciou que Geninho não será o treinador da equipe em 2013. Após saber da notícia, o técnico disse que deixa o clube com a sensação de dever cumprido. “Alívio total. Acho que quem acompanhou a Portuguesa, viu todos os problemas que o clube teve no ano. O time vinha de um rebaixamento (no Campeonato Paulista, da Série A-1 para a A-2), entrava em campo vaiado, cobrado. Mas o elenco se superou. Jogamos o Campeonato Brasileiro com quase a mesma equipe que caiu no Estadual. Então, comemoramos muito a permanência. A sensação é a de dever cumprido. O grande pedido do presidente (Manuel da Lupa) foi manter a Lusa na Série A. E isso foi alcançado”, destacou.

Com isso, o clube começou a procurar um substituto para comandar o time na Série A2 do Campeonato Paulista, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Os principais nomes que começaram a aparecer nos bastidores rubro-verde são de Vágner Benazzi, Hélio dos Anjos e PC Gusmão.

O gerente de futebol Candinho disse que a diretoria está trabalhando e espera anunciar o novo técnico do clube nos próximos dias.

Estamos planejando 2013, mas ainda não temos um nome definido para dirigir a equipe, pois passaremos um pente fino antes da escolha. O que posso dizer é que nossa ideia é de renovação”, disse Candinho em entrevista ao site Vírgula.

Milan dificulta a saída de Robinho para o Peixe
A proposta feita pelo Santos de aproximadamente R$16 milhões ao Milan, da Itália, para reforçar o time em 2013 com a presença do atacante Robinho foi praticamente ignorada pelo clube italiano. Segundo o jornal local La Gazzeta Dello Sport, a oferta do clube brasileiro não foi nem sequer considerada pela diretoria rossonera, que por sua vez não libera o jogador por menos de R$ 27 milhões. O treinador do clube, Massimiliano Allegri, disse entender a vontade do clube praiano em contar com o jogar no próximo ano, mas acha muito improvável a saída do camisa 7.

Ele tem admiradores em todo o mundo. É normal, pois é um campeão. Acho que Robinho vai permanecer no Milan e será ainda mais importante na segunda metade da temporada”, disse Allegri.

Por outro lado, Robinho admitiu na última semana que, além do Peixe, outros clubes brasileiros, como Grêmio, Atlético-MG, São Paulo e Flamengo também demonstram interesse em contratá-lo. Porém ele também explicou que, no momento, deve mesmo continuar atuando na velha bota e que o clube não estaria disposto a vendê-lo.

O Milan não tem intenção de me vender e não entrarei em litígio com um clube que abriu as portas e me deu uma oportunidade”, afirmou Robinho, em entrevista ao jornal italiano La Gazzeta dello Sport.

Robinho, de 28 anos, foi revelado na Vila Belmiro onde conquistou dois títulos nacionais, em 2002 e 2004, antes de ser negociado, em 2005, com o Real Madri, da Espanha. Cinco anos depois, em 2010, o atleta retornou ao clube por empréstimo e ao lado de Neymar, sagrou-se Campeão Paulista daquele ano.

Tenho uma história com o Santos e comigo seria fácil chegar a um acordo, mas existem outros clubes brasileiros que estão conversando com o Milan e comigo. O meu amor pelo Santos é eterno, mas sou um profissional e verei o que é melhor para mim”, disse Robinho.

Tricolor é campeão da Sul-Americana em despedida de Lucas
Em um dos jogos mais tumultuados dos últimos anos, o São Paulo quebrou o jejum e levantou o único troféu que faltava em sua extensa galeria, o de campeão da Copa Sul-Americana.

O São Paulo começou o jogo avassalador e logo no primeiro tempo abriu uma boa vantagem de 2 a 0 em cima do Tigre, da Argentina, indo para o intervalo do jogo com o título muito bem encaminhado. Porém ninguém contava com todas as discussões e polêmicas que envolveram os seguranças do clube e os jogadores hermanos no vestiário. O duelo não chegou nem a recomeçar no segundo tempo e o árbitro Enrique Osses deu o jogo por encerrado. Assim, o time tricolor comemorou o campeonato no gramado, com direito a invasão de torcedores. Enquanto a festa acontecia, a Conmebol logo se manisfestou em seu perfil oficial no Twitter e disse : “A Conmebol investigará o ocorrido no Morumbi. Mas a decisão de o São Paulo ser o campeão é irrefutável”.

Mesmo com toda a polêmica envolvida, os jogadores e torcedores do clube brasileiro não se abateram e comemoraram, principalmente Lucas, autor de um dos gols da final e que fez seu jogo de despedida no clube, já que foi negociado com o Paris Saint-Germain, da França, na maior transação de um clube brasileiro, avaliada em 43 milhões de euros.

Foi tudo perfeito, exatamente como eu sonhei. Quando acordei, foi complicado. Levantei da cama e não sabia o que fazer. Andei pelos campos do CT, cumprimentei todos os funcionários. No caminho para o estádio, se falei duas palavras foi muito. Tudo que ocorreu hoje será inesquecível. Hoje finalmente posso dizer que saio com a sensação do dever cumprido”, afirmou o camisa 7.

Lucas também fez críticas ao clube argentino, que nos dois encontros da final sofreu muito em campo com as fortes entradas dos adversários, muitas vezes desleais com o craque são-paulino.

Eles bateram o tempo todo e o juiz perdeu o controle. Fomos campeões porque eles desistiram de jogar, se bem que o que estavam fazendo não era futebol. Não fomos desleais em nenhum momento. No lance do fim do primeiro tempo, ele (jogador adversário) deixou o braço para acertar. Mas não importa, agora é hora de comemorar”, disse o atleta.

Com o troféu conquistado pelo Tricolor, em 2013 a Recopa Sul-Americana será protagonizada por dois grandes rivais da Capital Paulista. Corinthians e São Paulo se enfrentarão em dois jogos decidindo o campeão do torneio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *