O poder rosa contra o câncer de mama

BRUNO LEITÃO

Outubro é o mês oficial da campanha Outubro Rosa, um movimento mundial de mobilização da prevenção ao câncer de mama, cujo objetivo principal é propiciar uma expansão da consciência sobre a importância do diagnóstico precoce, ampliando assim as chances de cura da doença, além dos direitos da mulher de realizar mamografia na rede pública.

Concebido em 1997, nas cidades de Yuba e Lodi, na Califórnia, o movimento tem como característica marcante a cor rosa, usada para colorir ambientes de acesso público espalhados pelas cidades ao redor do mundo. No Brasil, em 2002, por uma iniciativa de algumas mulheres simpatizantes com a causa da campanha, o Obelisco do Ibirapuera foi o primeiro monumento no País a ficar iluminado na cor rosa.

Porém, em 2008, a Femama (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama) trouxe pela primeira vez o movimento organizado para o Brasil. “Desde aquele ano, todo mês de outubro são programadas mobilizações de grupos de pacientes, oficinas, eventos, palestras e debates, em diversas regiões do País”, conta a mastologista e presidente voluntária da Femama Dra. Maira Caleffi.

De acordo com o Inca (Instituto Nacional de Câncer), no Brasil há estimativa de 580 mil novos casos de câncer em geral para 2014, sendo 57.120 casos novos apenas de câncer de mama.

O câncer de mama feminino é o tipo de câncer mais frequente nas regiões Sul (71 casos/100 mil), Sudeste (71 casos/100 mil), Centro-Oeste (51 casos/100 mil) e Nordeste (37 casos/100 mil). Na região Norte é o segundo mais incidente (21 casos/100 mil).

Já a incidência em homens é bem rara e representa menos de 1% do total de casos de câncer de mama.

Sintomas
Os principais sinais e sintomas em relação ao câncer de mama são: caroço e/ou inchaço no seio, irritação ou irregularidade na pele, como covinhas ou franzidos, que fazem a pele se assemelhar à casca de uma laranja, dor no mamilo ou inversão do mamilo (para dentro), vermelhidão ou descamação do mamilo ou pele da mama, saída de secreção (que não leite) pelo mamilo e caroço na axila.

As células do corpo humano sofrem mutações devido a fatores hereditários ou ambientais como o uso do álcool, cigarro ou alimentação inadequada. “Se o organismo é saudável estas células são eliminadas, caso contrário, quando o sistema imunológico está alterado, estas células se multiplicam descontroladamente. O tumor maligno de mama tem a sua origem no crescimento desordenado de células no tecido mamário, cujas células malignas têm a capacidade de invadir as células normais ao seu redor e se proliferarem”, explica a oncologista Dra. Cristina Castella. Os principais fatores de risco para o câncer de mama estão relacionados aos aspectos endócrinos, genéticos e idade.

Prevenção
Ainda segundo a Dra. Cristina, o câncer é uma doença silenciosa. “Quando surge algum sintoma, geralmente ele já está em estado avançado, por esse motivo, os exames preventivos são tão importantes. Quanto mais inicialmente for diagnosticada, maiores serão as chances de cura, além de permitir um tratamento menos agressivo. Nos estados iniciais a possibilidade de cura chega a quase 100%”, afirma.

Ele conta também que não há uma prevenção direta para o câncer de mama, mas alguns fatores estão relacionados ao aparecimento de tumor maligno, como: ingestão de álcool, alimentação inadequada, sedentarismo, idade reprodutiva, histórico familiar, fatores comportamentais, mutações genéticas e obesidade.

A principal forma de evitá-la é o diagnóstico precoce através do autoexame mamário mensal a partir dos 20 anos, realização de exames clínicos uma vez ao ano e mamografia anual a partir dos 40 anos.

Para prevenção do câncer em geral, as orientações são: não fumar, realizar atividades físicas, fazer sexo seguro, usar protetor solar, realizar diariamente a higiene oral, cuidado com bebidas alcoólicas, ter uma alimentação saudável e fazer exames regularmente.

SERVIÇO:
Carelink
www.carelink.com.br

Outubro Rosa
www.outubrorosa.org.br

Femama
www.femama.org.br

Shoppings da região participam da Campanha

O Central Plaza Shopping participa do Outubro Rosa pelo segundo ano consecutivo realizando ações que têm o objetivo de alertar e conscientizar seus clientes. Na programação, durante todas as sextas e sábados do mês de outubro, das 14 às 20h, promotoras uniformizadas distribuem pins do símbolo da campanha e material explicativo sobre a doença. Além disso, a página oficial do estabelecimento no Facebook (www.facebook.com/centralplazashopping) apresenta dicas e ações diárias de conscientização.

Já a fachada do Shopping Anália Franco foi tomada pela cor rosa, em apoio à campanha e terá a iluminação especial exibida ao público até o dia 31 de outubro.

SERVIÇO:
Shopping Central Plaza Shopping
Av. Dr. Francisco de Mesquita, 1.000
Vila Prudente

 

Shopping Anália Franco
Av. Regente Feijó, 1.739
Jd. Anália Franco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *