Na medida do possível

Na Medida do Possível reestreia no dia 03 de março e fica mais um mês em cartaz no Teatro Itália, apresentando um retrato bem-humorado da sensibilidade desses machões. São quatro esquetes escritas sob encomenda pelos autores Luíz Carlos Góes, Léo Jaime e João Batista e do próprio diretor Marcelo Saback.

No primeiro esquete Coisinhas Pequenas, de João Batista, Adamastor é um homem separado que diz não sentir saudades da mulher, mas só do que ela fazia. Em Virou Estrela, de Luiz Carlos Góes, o personagem, numa tocante interpretação, é um viúvo de uma mulher vinte anos mais velha. O quarentão que nunca se casou protagoniza O Julgamento Final escrito por Léo Jaime, mostrando situações hilárias de um solteirão convicto. O autor João Batista assina também junto com Marcelo Saback o último esquete do espetáculo, O Dia Seguinte, em que Adamastor descobre que está completamente apaixonado pela sua esposa.

Em meio a situações engraçadas, estes diferentes homens se veem obrigados a questionar e encarar suas crises, chegando a admitir sua porção sensível, o que lhes dá o direito de derramar algumas lágrimas, e quem sabe até sofrer de TPM, sem jamais esquecer, é claro, de manter sua masculinidade. O espetáculo Na Medida do Possível foi a grande surpresa do projeto Grandes Baratos, apresentado pelo Teatro Folha, onde cumpriu temporada por dois meses com filas imensas e ingressos esgotados.

SERVIÇO:
Na Medida do Possível
Direção: Marcelo Saback
Elenco: Eduardo Martini
Estreia: 03 de março
Ingressos: R$50 (inteira) e R$25 (meia)
Local: Teatro Itália
Avenida Ipiranga, 344
Edifício Itália
Metrô República
Tel.: 3255-1979
Horários de Funcionamento: De Terça a Domingo, das 15h às 19h, ou até o início do espetáculo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face