Morte de garoto na Bolívia. E se fosse um show do Roberto Carlos?

Por PECEÇA

Depois da trágica morte do garoto Kevin Spada em jogo da Libertadores entre o San José e o Corinthians e os seus desdobramentos, vieram-me alguns pensamentos e dúvidas. Punir os responsáveis e fazer tudo o que for possível para acabar com a violência, acredito que tenha todo apoio de qualquer pessoa de bem. Não é de hoje que ficamos sabendo de casos de morte em estádios de futebol ou imediações. Na lista de mortos, constam corintianos, palmeirenses, são-paulinos, santistas e fica claro que a violência não tem time.

Mas o que chamou a atenção neste episódio foi a vontade, rapidez e a dura punição aplicada ao Corinthians. Volto a afirmar que sou totalmente favorável a punições e a se fazer justiça o mais rápido possível, mas fico em dúvida se não há outros interesses por trás desta medida. Se você, leitor, puder esclarecer as perguntas que a seguir enumero, fará um grande favor a este que lhe escreve e não consegue respondê-las.

- No caso da recente tragédia da boate Kiss, os proprietários foram responsabilizados pelas mortes, já que estavam lucrando com o evento e eram os organizadores e, portanto, responsáveis. No jogo da Bolívia o mandante e a renda não eram do San José? A Conmebol não era a promotora do evento? Por que o penalizado foi o visitante? Por que não aconteceu nada com os organizadores?

- Acompanhamos o julgamento de mensaleiros, atleta que assassina a namorada, mulher que provocava mortes em série em uma UTI, Gil Rugai e tantos outros. Todos com direito a defesa, investigação, provas, contraprovas e nenhuma punição até que se tenha certeza de que a justiça foi feita. Por que neste caso, o Corinthians, em menos de vinte e quatro horas, recebeu uma pena nunca aplicada ao futebol sul-americano, terá o seu julgamento só daqui a sessenta dias e, por via das dúvidas, já está condenado e pagando a “sua pena”?

Fico imaginando se no lugar do jogo, fosse um show do Roberto Carlos e o incidente fosse provocado por um fã do cantor. Ficaria com pena do rei que, pelo mesmo critério de justiça, passaria por no mínimo sessenta dias cantando nos teatros e estádios com portões fechados e sem plateia ou com quatro gatos pingados, assistindo ao show por força de liminar.

Melhor nem pensar, nosso rei não mereceria isso!

Dê sua opinião:
redacao@jornaloretrato.com.br
www.jornaloretrato.com.br

One Response to Morte de garoto na Bolívia. E se fosse um show do Roberto Carlos?

  1. Carmine Antonio Ciupullo disse:

    A matéria sobre a morte do garoto na Bolívia coincide exatamente com meu pensamento.
    Outro exemplo: Um homem tem cinco filhos, quatro deles são exemplos de pessoas. Idôneos, trabalhadores, respeitadores, etc. Porém, o pai foi condenado e preso porque seu quinto filho é um traficante.
    Se a polícia boliviana e a segurança do estádio tivessem feito uma revista rigorosa nos torcedores, essa tragédia teria sido evitada.
    Acho que CONMEBOL significa Comeu bola!
    Se penalizaram também o São Paulo, teoricamente o clube cometeu uma infração. Então porquê o mesmo foi declarado campeão do torneio?!
    Acho que “forças ocultas” não querem que o Corinthians ganhe mais uma Libertadores.
    Além dos erros cometidos anteriormente por parte da Conmebol, depois de um clássico contra o Santos no domingo, o Corinthians viajou no mesmo dia para o México. (uma viagem de 17 horas) para jogar quarta feira num campo com grama sintética, que conforme informações que tenho, não é reconhecido pela Federação. Viaja de volta ao Brasil onde chega sexta feira para jogar no sábado pelo Campeonato Paulista. E a semana que vem tem mais. É mole???
    E a CBF que não se manifestou sobre o ocorrido na Bolívia. Nem contra, nem a favor, muito pelo contrário.
    Também, o que esperar de uma entidade cujo presidente, em frente a milhares de telespectadores, roubou a medalha de um jovem atleta do Corinthians na final da Copa São Paulo.
    Aos torcedores do “Timão” só resta uma coisa: VAI,CORINTHIANS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face