Monteiro vence em Córdoba e conquista o Sul-Americano

Em 2012, Beto Monteiro chegou à Argentina como líder do Campeonato Sul-Americano de Fórmula Truck. Na corrida, teve dois pneus furados e perdeu o título para o paranaense Leandro Totti, então terceiro colocado na pontuação. Em 2013, a história inverteu-se. Foi Monteiro quem viajou ao país vizinho em terceiro na classificação, liderada por Totti, e conquistou o título, com a vitória na quarta e última etapa, em Córdoba.

Disputada sob calor de 31 graus, a etapa decisiva do Sul-Americano foi uma das mais movimentadas da temporada. O primeiro a receber a bandeirada final após as 29 voltas válidas no Autódromo Oscar Cabalén, na cidade de Alta Gracia, foi Roberval Andrade, da Ticket Car Corinthians Motorsport. Contudo, o piloto paulista foi punido por excesso de velocidade no ponto da pista onde há um radar. Monteiro, segundo na pista, herdou a vitória.

Estou muito feliz. Perdi aqui no ano passado e fui campeão hoje sem ser o mais rápido da pista, mas era o mais combativo e resistente. Divido esse título com a equipe, o patrocinador Iveco e todos que contribuíram”, declarou o novo campeão sul-americano, que soma a conquista consolidada em Córdoba ao título brasileiro de 2004. “E parabenizo o Totti pelo excelente trabalho”, fez questão de enaltecer, sobre o piloto vice-campeão.

Monteiro e Totti empataram em 72 pontos. O título do pernambucano da Scuderia Iveco deu-se pelo critério imediato de desempate – número de vitórias. Ele venceu duas corridas do Sul-Americano, em Interlagos e em Alta Gracia, enquanto o paranaense da RM Competições não venceu nenhuma. As outras duas provas válidas pelo Sul-Americano foram vencidas por Wellington Cirino, em Viamão (RS), e Régis Boessio, em Caruaru (PE).

A aplicação do critério de desempate para definição do título não é uma providência inédita no Campeonato Sul-Americano de Fórmula Truck. Situação igual ocorreu em 2010, na primeira vez em que o título continental foi posto em disputa na categoria. Andrade e Felipe Giaffone somaram 176 pontos e o piloto da Ticket Car Corinthians Motorsport comemorou o título por ter cinco vitórias, contra uma do adversário da RM Competições.

O pódio da etapa argentina contou com Monteiro, Giaffone, Andrade, o goiano Leandro Reis e Totti, que completaram nesta ordem as cinco primeiras posições. O piloto pernambucano da Scuderia Iveco, primeiro a somar mais de uma vitória em 2013, assumiu também a liderança do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, cujo calendário prevê mais três corridas, nos autódromos de Guaporé (RS), Pinhais (PR) e Brasília (DF).

Equipe Lucar Motorsport
Com mais de 53 mil torcedores lotando o Autódromo Oscar Cabalén, a etapa final do Sul-Americano foi muito positiva para o piloto paulista Luiz Lopes, patrocinado pelo jornal O Retrato, revista Em Dia e L&L Veículos. “Nos primeiros dias de treino tive uma deficiência na parte mecânica no freio do caminhão, mas conseguimos arrumar e fazer um treino classificatório muito bom. Já na corrida aconteceram algumas confusões, como o toque que tive com o Pedro Muffato, que acabou saindo da pista, batendo no muro, se machucando e tendo que abandonar a corrida. Contudo, o saldo foi positivo, consegui chegar ao final da prova com um resultado satisfatório, em nono lugar e, além disso, acabei contribuindo para o campeonato de marcas, onde a Iveco ganhou uma boa colocação”, conclui Luiz.

A próxima corrida da temporada da Fórmula Truck, válida pela oitava e antepenúltima etapa do Campeonato Brasileiro, será disputada no Autódromo Nelson Luiz Barro, em Guaporé (RS), no dia 13 de outubro.

Resultado final da etapa decisiva do Sul-Americano
1º- Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco
2º- Felipe Giaffone (SP/MAN), RM Competições-MAN Latin America
3º- Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport
4º- Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis Competições
5º- Leandro Totti (PR/MAN), RM Competições-MAN Latin America
6º- André Marques (SP/MAN), RM Competições-MAN Latin America
7º- Jansen Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport
8º- Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz
9º- Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports
10º- Débora Rodrigues (SP/MAN), RM Competições-MAN Latin America
11º- Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco
12º- Raijan Mascarello (MT/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks
13º- Alberto Cattucci (SP/Volvo), ABF/Volvo
14º- José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições
15º- Rogério Castro (GP/Volvo), ABF/Volvo
16º- Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team
17º- Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz
18º- Adalberto Jardim (SP/MAN), RM Competições-MAN Latin America
19º- Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team

Fonte:
Fórmula Truck

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *