Legislação para pequenas empresas é discutida durante posse na Associação Comercial de SP

O prefeito Fernando Haddad anunciou no dia 6 de maio que pretende discutir com as entidades representantes dos micro, pequenos e médios empreendedores formas de modernizar a legislação municipal para o setor. A intenção, segundo Haddad, é simplificar a vida do empresário e aumentar a competitividade do mercado.

O anúncio foi feito durante a posse das diretorias da Associação Comercial de São Paulo e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), que contou com a presença da presidenta Dilma Rousseff, do vice-presidente Michel Temer e do governador Geraldo Alckmin. “Gostaria de ser um parceiro da Associação Comercial neste projeto de simplificação da nossa legislação. Estou abrindo o gabinete para sugestões, colaborações e projetos de lei, que possam ajudar. Não só o meu, mas de todos os secretários envolvidos”, disse o prefeito, que completou: “Espero que possamos transformar São Paulo, que é a terra dos empreendedores, em uma terra que tenha o Poder Público como parceiro de primeira hora”, afirmou.

De acordo com Haddad, a posição do País no ranking mundial de competitividade não é satisfatória e São Paulo, que ocupa a 140ª colocação, tem muito peso no desempenho, justamente, porque é a escolhida pelo Banco Mundial no País para base no levantamento.

Para Haddad, é preciso diminuir a burocracia e as despesas dos empreendedores locais para que a Cidade seja considerada um ambiente amigável de negociação e impulsione a competitividade de todo o País.

Nossa cidade, hoje, não pode ser considerada um ambiente amigável, em função de vários problemas, mas sobretudo de uma legislação complexa, de uma burocracia difícil de lidar. Se nós queremos projetar o Brasil, São Paulo tem que fazer sua parte”, afirmou o prefeito.

A União tem feito sua parte. O Governo do Estado também, mas a Prefeitura também pode contribuir para criar um ambiente de negócios favorável ao pequeno, médio e empreendedor individual”, considerou Haddad.

Posse
Na data o empresário Rogério Amato tomou posse como presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). A cerimônia foi realizada no Clube Atlético Monte Líbano, na Zona Sul da Cidade, que contou com a presença de líderes empresariais de todo o Estado.

Rogério Amato foi reeleito presidente da ACSP e da Facesp para o biênio 2013/2015. Ele assumiu o primeiro mandato em 2011, com o objetivo de ampliar a atuação das duas entidades na defesa dos princípios da livre iniciativa e dos interesses dos micro, pequenos e médios empresários. A Facesp reúne 420 Associações Comerciais de todo o Estado de São Paulo.

As micro, pequenas e médias empresas não só fortalecem o tecido econômico, ampliando os donos dos seus próprios negócios, como também enriquecem, democratizam a nossa sociedade e fortalecem o tecido social e político do País. Eu cito as pequenas e as micro (empresas) pela grande facilidade de acesso e por representarem aquele grande sonho que atinge homens e mulheres, que é ter o seu próprio negócio e ser o seu próprio patrão”, destacou a presidenta Dilma Rousseff.

O vice-presidente Michel Temer destacou a importância do comércio para o desenvolvimento nacional. “A indústria depende da intermediação, e esta intermediação na produção do consumo se dá precisamente pelo comerciante, que faz essas relações que geram o desenvolvimento do nosso país”, finalizou.

Está no DNA do nosso Estado esse compromisso com o trabalho e com o empreendedorismo, pois foram os empreendedores que construíram esse Estado com 42 milhões de brasileiros e com um PIB de quase duas vezes o PIB da Argentina, que é a segunda maior economia da América do Sul”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *