Investindo em imóveis para locação

Muitas são as opções para quem tem dinheiro extra e pensa em investir. Poupança e fundos de renda fixa são algumas opções, mas há quem prefira destinar seus recursos para a compra de imóveis, por ser um bem seguro e durável. E se a finalidade for a locação do espaço, algumas dicas podem tornar o imóvel ainda mais disputado. Confira cinco orientações importantes para o cliente investidor:
· Na hora de comprar para alugar, escolha bairros com baixa oferta de imóveis e invista em regiões que ainda são pouco valorizadas, pois a possibilidade de o bem valorizar e o aluguel aumentar é maior do que o imóvel que já foi comprado na alta e que já teve muita valorização no passado.
· De acordo com Edison Parente, diretor da Renascença Administradora, é melhor comprar duas unidades de um quarto do que uma de dois, pois a rentabilidade será maior, principalmente devido à oferta de imóveis de um quarto ser menor.
· Cuidado na hora de comprar unidades na planta, especialmente os comerciais. Comprar um imóvel em um empreendimento em que o público comprador é predominantemente de investidores acaba por abaixar o preço, pois quando a obra for entregue a maioria das unidades serão ofertadas para locação e isso implica na diminuição do valor do aluguel, já que quanto maior a oferta, menor o preço. Claro que, em alguns anos, a situação acaba por normalizar.
· Colocar um imóvel para alugar acima do preço praticado pelo mercado é deixar o investimento no prejuízo. A demora em locar a unidade (período de vacância) é extremamente prejudicial já que o ativo não estará gerando dividendos (aluguel). E, durante este tempo, o dono terá que arcar com IPTU e condomínio, duas despesas normalmente caras. “Observamos que o proprietário mantém o preço acima do praticado por três ou mais meses e depois acaba reduzindo o valor. Ou seja, ficou sem ganhar durante esse período”, ressalta Edison.
· Não coloque o imóvel para alugar em mau estado de conservação ou precisando de obra. É cada vez mais complicado conseguir alugar imóveis nestas condições, pois existe um maior equilíbrio entre demanda e oferta. O locatário está mais exigente e não tem interesse em perder tempo e se aborrecer com obras, mesmo que o valor do aluguel esteja mais baixo. Com isso, a unidade fica meses vazia, deixando de gerar dividendos e dando prejuízo.

SERVIÇO:
Renascença Administradora
www.administradorarenascenca.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *