Iniciada transferência de água do sistema Rio Claro para região abastecida pelo Cantareira

Com o objetivo de garantir o abastecimento da população da Região Metropolitana de São Paulo, várias medidas foram adotadas pela Sabesp (Cia. de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) desde o início da pior seca dos últimos 84 anos. No final de maio, a Companhia iniciou a transferência de água do sistema Rio Claro para parte da região de Sapopemba que era atendida pelo Cantareira. Além disso, também está prevista a integração da Estação de Tratamento de Água Boa Vista e do Sistema Rio Grande, o que permitirá abastecer cerca de 500 mil usuários. Soma-se a isso cerca de 1,6 milhão de consumidores que passaram a ser abastecidos pelo Alto Tietê e Guarapiranga, totalizando a retirada de 2,1 milhões do Sistema Cantareira.

Atualmente, a produção do Sistema Rio Claro é de 4000 l/s e além do bairro Sapopemba, ele atende parte dos municípios de Ribeirão Pires, Mauá e Santo André. Medida similar em maior proporção já foi adotada pela Sabesp disponibilizando água oriunda dos Sistemas Alto Tietê e Guarapiranga. Ela foi implantada como medida operacional para atender consumidores que antes eram abastecidos pelo Sistema Cantareira.

A adoção da técnica de transferência de água dos sistemas Alto Tietê e Guarapiranga exigiu a realização de uma série de obras, diferentemente da situação do sistema Rio Claro, que já atendia parte da região que por ora passa a abastecer.

Obras realizadas
Para fazer o avanço do abastecimento de água pelo Sistema Guarapiranga até os bairros do Jabaquara, Brooklin e Pinheiros, foram executados a instalação da adutora Jabaquara-Sacomã e o aumento de vazão da estação elevatória Teodoro Ramos.

Para que o Sistema Alto Tietê avançasse até os bairros Penha, Vila Formosa, Jardim Popular e Carrão, a Sabesp promoveu a reversão e a ampliação da unidade de bombeamento Ermelino Matarazzo; a reversão da Cidade Líder; a adequação elétrica da Estação Elevatória Água Bruta de Biritiba-Mirim; a adequação das instalações elétricas para maximizar a vazão na Estação de Tratamento de Água (ETA) Taiaçupeba, em Suzano; e a ampliação de transporte de água da adutora Rio Claro em mais 200 l/s.

Até julho, mais 1.500 litros por segundo de água dos sistemas Alto Tietê e Guarapiranga serão utilizados para abastecer áreas atendidas pelo Cantareira. Ampliações nas estações de tratamento vão adicionar 3.400 l/s. Neste momento, a Sabesp executa obras nas elevatórias de água Vila Guarani (concluídas em maio) e Cangaíba (conclusão em julho) para o avanço do Sistema Alto Tietê em mais 500 l/s; adequação da Estação Elevatória de Água França Pinto, para transferência de mais 1.000 l/s do Sistema Guarapiranga, com conclusão prevista para julho de 2014; ampliação da Estação de Tratamento de Água Rio Grande em 200 l/s, com conclusão em agosto de 2014; ampliação da Estação de Tratamento de Água RJCS (Guarapiranga) em 1.000 l/s, conclusão em setembro de 2014; segunda etapa da ampliação de produção de água na ETA Rio Grande, com aproveitamento de mais 2.200 l/s do braço do Rio Pequeno da Billings, conclusão em junho de 2015.

SERVIÇO:
Sabesp
www.sabesp.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face