Futebol – Edição 392

Mano elogia Luciano após o gol da vitória

A vitória do Timão contra o líder do campeonato, Cruzeiro, fora de casa foi muito celebrada pelo técnico Mano Menezes, que elogiou o atacante Luciano pelo gol marcado. O time conseguiu suportar a pressão ofensiva imposta pelo clube mineiro, principalmente no primeiro tempo do jogo. Na segunda etapa, o clube do Parque São Jorge melhorou e conseguiu a vitória com o camisa 18 balançando as redes do goleiro Fábio.

“Dizemos que a bola procura o jogador, para falar a linguagem popular, que o torcedor entende. Mas quando a bola procura o jogador ele tem uma parcela importante: o posicionamento. A bola não procura à toa. Ela não procurou o Pelé mais de mil vezes e outros tantos jogadores por simpatia, mas sim porque estavam no lugar certo. O Luciano é um jogador que se posiciona bem. E define bem. O gol de hoje foi uma definição de alta qualidade. É comum bater forte naquela situação. E ele teve tranquilidade contra um goleiro da envergadura do Fábio e definiu bem”, disse Mano em entrevista coletiva após o duelo.

Além disso, Mano disse ter estudado os jogos do adversário e ter constatado que o atual campeão nacional costuma definir a vitória logo nos 30 minutos iniciais. Sendo assim, o treinador montou um esquema para que seus comandados suportassem a pressão.

Artilheiro do Brasileirão, Henrique foca em tirar o verdão da degola

Diante do Botafogo, o Verdão chegou à segunda vitória seguida e se afastou da zona de rebaixamento. O gol que garantiu os três pontos mais uma vez foi marcado pelo atacante Henrique, que se igualou ao cruzeirense Marcelo Moreno na artilharia do Brasileirão com 13 tentos cada. Mesmo sendo o principal jogador do time nos últimos jogos, o camisa 19 mantém o foco em tirar o alviverde da situação incômoda que ocupa no torneio.

“A minha preocupação, sinceramente, é com o Palmeiras sair dessa situação. O que vier, de artilharia, vai ser consequência disso. Nossa equipe vem demonstrando um crescimento na competição. Temos de ter consciência e pés no chão. Ainda não conquistamos nada, o campeonato está muito embolado. Diferença pequena entre as equipes. Temos um jogo difícil em casa, e espero contar com o apoio da nossa torcida para que nós possamos conseguir um bom resultado”, disse Henrique. Para manter a boa sequência, o Verdão terá que passar por um grande desafio neste sábado, dia 11, às 21h, quando recebe o Grêmio no Pacaembu.

Enderson sai em defesa de Damião após Laor chamá-lo de “pangaré”

Na última semana, o ex-presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, fez duras críticas à contratação de Leandro Damião pela atual gestão do clube ao valor de R$ 42 milhões e foi mais longe, comparou o camisa 9 a um pangaré.

Sabendo disso, o técnico do Peixe Enderson Moreira saiu em defesa do centravante pedindo respeito ao atleta. “Isso é sempre ruim para os dois lados. Para o jogador, é uma pressão enorme, acima do que consegue controlar. Mas ele tem que trabalhar, se dedicar, tem que fazer com que o rendimento possa retornar. Sempre respeito o que as pessoas falam. É o respeito que tenho que ter desde que tenham respeito por outras pessoas. Jogar não é fácil. Se fosse, teríamos mais atletas. É complicado, difícil. O atleta de futebol brasileiro merece respeito, e eu respeito”, disse o treinador.

Polêmicas à parte, neste domingo, dia 12, o Peixe tem mais um importante jogo fora de casa contra o Criciúma na briga para se aproximar do G4.

Com muitos desfalques, Tricolor enfrenta o Galo neste domingo

Está cada vez mais difícil para o técnico Muricy Ramalho escalar o Tricolor. Se na vitória diante do Atlético-PR o problema foi a falta de jogadores no sistema defensivo, no próximo confronto contra o Atlético-MG, o treinador terá complicações na armação do time, já que Kaká e Souza estão na Seleção Brasileira, enquanto Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos estão suspensos. Além deles, Álvaro Pereira defendendo a seleção uruguaia e Paulo Miranda, que recebeu o terceiro cartão amarelo, também estão fora do confronto contra o Galo neste domingo, dia 12, às 16h.

Com a situação cada vez pior para escalar seus atletas, Muricy até brincou falando que ele mesmo deve acabar entrando por falta de opções. “Como o médico falou que o coração está bom, acho que vou me escalar. É difícil, temos outro confronto direto duríssimo. A gente vai sofrer, vai escalar um time que não tem entrosamento, mas vamos lutar. O bom é que os caras estão se superando. Por isso que falo que trabalhar no Campeonato Brasileiro é muito complicado. Quando as coisas não dão certo é sempre o treinador que é culpado”, afirmou.

Acompanhe o Campeonato Brasileiro

Neste fim de semana acontece a 28ª rodada do Brasileirão, que começa no sábado, dia 11, com dois jogos às 18h30: o Botafogo recebe o Corinthians na Arena da Amazônia e o Goiás tem pela frente o Coritiba no Serra Dourada. Um pouco mais tarde, às 21h, o Palmeiras pega o Grêmio no Pacaembu.

No domingo, dia 12, os jogos continuam com mais quatro duelos às 16h: o Flamengo encara o Cruzeiro no Maracanã, o Atlético-MG busca a vitória diante do São Paulo no Independência, o Bahia enfrenta a Chapecoense na Fonte Nova e o Internacional tem pela frente o Fluminense no Beira-Rio. Já às 18h30 outros três duelos fecham a rodada: o Sport joga contra o Vitória na Ilha do Retiro, o Atlético-PR busca os três pontos diante do Figueirense na Arena da Baixada e o Criciúma pega o Santos no Heriberto Hülse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *