Futebol – Edição 367

Na apresentação, Elias fala da identificação pelo clube

Depois de muito esforço o Timão conseguiu a repatriação do volante Elias, muito respeitado no clube pela primeira passagem vitoriosa que teve (2008 – 2010), conquistando o Campeonato Brasileiro Série B, Campeonato Paulista e Copa do Brasil.

Na apresentação do jogador que ocorreu no último dia 10, Elias já chegou falando da pressão que é vestir a camisa do alvinegro, mas não se incomoda com isso e vai trabalhar para atender às expectativas. “Corinthians é pressão, mal cheguei e já tenho de ser protagonista. Mas confio em mim, confio no treinador que tenho, ele sabe tirar de mim o meu melhor. Se quer isso (que seja protagonista), vou trabalhar para que isso aconteça”, afirmou o camisa 7.

O atleta ainda lembrou da sua identificação com o clube do Parque São Jorge, sendo desde pequeno adepto do Timão. “O Corinthians representa tudo para mim. Se sou jogador de futebol é porque, na infância, tinha um clube, e esse clube era o Corinthians. Via grandes jogadores aqui no clube e dali surgiu um sentimento grande. Sou profissional hoje porque na infância via muitos jogos, via o Márcio Bittencourt, Biro-Biro, depois vieram Rincón, Gilmar (Fubá), Edu e Vampeta. Se não fosse o Corinthians, nem de futebol eu gostaria”, afirmou.

O jogador firmou seu vínculo com o clube até dezembro de 2017, mas só poderá atuar pelo alvinegro a partir do dia 14 de julho, quando será reaberta a janela de transferências para o futebol europeu.

Leandro concorda com cobrança da torcida, após má sequência de jogos

Um dos principais jogadores do Verdão na campanha de retorno à Série A em 2013, quando balançou as redes adversárias 19 vezes, Leandro não vem conseguindo manter o mesmo desempenho este ano, anotando apenas dois gols em 12 jogos.

Após a eliminação no Campeonato Paulista para o Ituano, quando o Verdão acabou saindo de campo derrotado por 1 a 0, as críticas ao jogador acabaram sendo mais incisivas por parte da torcida. Ciente da queda de rendimento, o atacante não foge da responsabilidade e falou, em entrevista ao GloboEsporte.com, que a torcida tem toda a razão em cobrar um melhor desempenho.

Isso é normal. É fase de jogador. Se eu tive a capacidade de ser artilheiro no ano passado, também tenho capacidade de fazer muitos gols neste ano. Não tiro a razão da torcida de cobrar. Eles têm toda a razão. Sei que não estou fazendo os gols, mas estou ajudando de outras formas. Não vou marcar sempre, mas quero ajudar. Na hora certa as coisas vão começar a melhorar”, afirmou.

Lusa vai mal e acaba eliminada na Copa do Brasil

Ainda lutando na justiça para tentar se manter na elite do Campeonato Brasileiro, a Lusa viu a oportunidade da disputa por outra competição nacional, a Copa do Brasil, ir embora ao ser eliminada pelo modesto Potiguar de Mossoró, do Rio Grande do Norte, ainda na primeira fase da competição. Depois de perder o primeiro jogo para o time nordestino por 1 a 0, a Lusa até conseguiu vencer o segundo confronto por 2 a 1, mas por ter sofrido um gol em mando de jogo, acabou sendo precocemente eliminada do torneio.

Agora o rubro-verde tem que se preparar para a disputa do Brasileirão, mesmo sem saber em qual divisão do campeonato vai atuar. A Série B tem seu início na sexta-feira, dia 18 de abril, enquanto que a Série A começa um dia depois.

Peixe conta com bom desempenho de Damião em finais para buscar o título

Neste domingo, dia 13, vai ser decidido o campeão paulista de 2014, com Santos e Ituano fazendo o segundo e último confronto da final. Depois de sair com o revés de um gol no primeiro duelo, o Peixe precisa vencer o segundo jogo por um placar que anote dois gols de diferença contra o adversário do interior. Se o vencer pela vantagem de apenas um gol, o Paulistão será decidido nas penalidades.

Para levantar o 21º título estadual, o alvinegro praiano conta com a experiência do atacante Leandro Damião, que nunca saiu derrotado de uma final em toda a sua passagem pelo Internacional, somando cinco troféus. Além disso, esteve com a Seleção Brasileira na conquista do Superclássico das Américas em 2011 e 2012. “Graças a Deus tive essa felicidade de conquistar todas as finais. Espero que tenhamos esse pensamento no Santos também. Nada está perdido. Temos capacidade de vencer o Ituano”, disse o jogador.

Pato agradece apoio da torcida após o primeiro gol

O jogador não precisou de muito tempo em campo para mostrar sua especialidade para a torcida tricolor. Em seu segundo jogo, Alexandre Pato garantiu a vitória do time do Morumbi diante do CSA, de Alagoas, pela Copa do Brasil, anotando um gol e dando assistência para o companheiro de ataque Luís Fabiano marcar o segundo do São Paulo.

Satisfeito com seu rendimento em campo, o atleta agradeceu o carinho que o torcedor teve com ele, gritando o nome do jogador no estádio. “É sempre um gostinho a mais jogar pelo São Paulo. Fui recebido muito bem pela torcida, fiquei contente com o carinho da torcida ao gritar meu nome. Fiquei surpreso com todo o carinho que recebi no meu primeiro jogo no Morumbi”, disse Pato.

O camisa 11 ainda enalteceu o clube e falou da vontade de conquistar o caneco na competição nacional. “O jogador que defende o São Paulo quer ganhar. Nós vamos buscar o campeonato e as finais. E todos viram o carinho com que fui recebido nos treinamentos. Jogo para eles e tento sempre fazer o meu melhor para eles”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face