Futebol – Edição 353

Paulo André fala sobre a reação do Bom Senso FC à resposta da CBF

O zagueiro corintiano Paulo André é uns dos líderes do movimento Bom Senso FC, que vem lutando para a CBF mudar o calendário do futebol brasileiro tornando-o melhor e mais atrativo. Para que isso aconteça, algumas reivindicações foram feitas e a entidade máxima do futebol brasileiro vem estudando as propostas. Na última semana a CBF deu um parecer sugerindo um limite de 65 jogos por ano e falou sobre o Fair Play financeiro, uma das principais causas defendidas pelo Bom Senso FC. Porém para o camisa 13 alvinegro, a resposta da CBF foi muito superficial e há muito ainda a ser feito.

É uma nota superficial e que não acrescenta muita coisa. Ainda vou repercutir com os outros atletas, não tive tempo de conversar com todos. A nota não resolve nada, mais uma vez, e vamos continuar com as manifestações para chamar a atenção e mostrar que as coisas não estão sendo bem encaminhadas”, afirmou o zagueiro.

Com a proposta desagradando os jogadores, que já vem protestando no início dos jogos, Paulo André não descarta uma greve dos jogadores ainda neste campeonato. “A possibilidade existe, é real, e enquanto a CBF não nos der uma resposta concreta, do jeito que pedimos, o movimento vai continuar se manifestando”, destacou Paulo André.

Com contrato renovado, Kleina fala da necessidade de reforços

A novela acabou e finalmente a diretoria alviverde renovou o contrato de Gilson Kleina. Com isso, o treinador já começou a planejar o ano do centenário do clube, mas já barrou a pressão extra pelo aniversário.

Não vou colocar o ano do centenário com um peso maior, porque os três pontos desse ano valem a mesma coisa que os três pontos do ano que vem. Vamos disputar três competições e vamos com tudo para fazer tudo muito bem feito, mas não pode criar uma pressão a mais onde já existe. Cobrança e responsabilidade sempre existem no Palmeiras”, disse o comandante.

Kleina também falou da necessidade de contratações para algumas posições e que a diretoria está ciente disso. “A diretoria sabe que precisamos reforçar o elenco, mas são peças pontuais, que vão chegar para somar com o que nós já temos. Caso elas demorem um pouco mais, não tem problema porque vamos começar com uma base que já mostrou sua qualidade. Vamos trabalhar forte porque será um ano de muito trabalho. Temos posições carentes e isso já foi conversado com a diretoria”, disse o treinador.

Bruno Henrique pede agressividade para Lusa conseguir os três pontos

Ocupando uma zona perigosa na tabela, a Lusa segue na luta contra rebaixamento. Neste domingo, dia 1°, o clube do Canindé vai até Campinas para enfrentar a Ponte Preta, que está praticamente rebaixada, mas vem empolgada com a classificação para a final da Copa Sul-Americana contra o São Paulo. Para conseguir os três pontos contra a Macaca, o volante Bruno Henrique espera que o time jogue com agressividade, pressionando a todo momento o adversário.

Temos um jogo decisivo domingo. Não deu para ganhar os três pontos contra o Bahia e agora precisamos da vitória para fugir do rebaixamento. Agora é trabalhar para fazer um bom jogo domingo. Temos que fazer um jogo agressivo, já que será mais uma final. O time que tiver o melhor empenho vai ganhar o jogo”, afirmou Bruno Henrique. Com dois pontos a mais que o primeiro colocado na zona de rebaixamento, o time rubro-verde precisa de uma vitória nos últimos dois jogos do Brasileirão para se manter na elite do futebol brasileiro na próxima temporada.

Presidente declara o interesse em Diego

O presidente do clube Odílio Rodrigues declarou o interesse do Peixe pelo meio-campista Diego, campeão brasileiro pelo alvinegro praiano em 2002 e 2004. O jogador já atuou em vários clubes do velho continente e hoje veste a camisa do alemão Wolfsburg. Mesmo admitindo o interesse em Diego, o mandatário santista disse que o negócio pode se concretizar, mas só no meio de 2014 quando termina o contrato do atleta com o clube germânico. “A gente tem interesse no Diego. Ele tem um contrato muito bom. O Wolfsburg não solta antes do fim do contrato; só solta por dinheiro. É um jogador que tem uma história no Santos, e o Santos gostaria muito que um dia ele voltasse para cá”, disse o presidente.

Em entrevista ao globoesporte.com, o atleta de 28 anos confirmou que se voltar a atuar por um clube brasileiro, o Peixe seria sua primeira opção por toda a história que ele tem no clube. “Sempre foi claro o meu carinho pelo Santos. Tenho uma relação maravilhosa com a torcida, jogadores, dirigentes e com a cidade. Se existir uma chance de voltar, com vontade e respeito de ambas as partes, seria uma situação legal. Deixo claro que o Santos é a minha primeira opção”, declarou.

Muricy espera renovação de contrato rápida com a diretoria

Depois da eliminação do Tricolor na Copa Sul-Americana para a Ponte Preta, o técnico Muricy Ramalho admitiu a superioridade do clube campineiro no confronto e disse que a Macaca mereceu ficar com a vaga na final. “Nosso segundo tempo no Morumbi não foi bom. Hoje o time até foi razoável no primeiro tempo, pressionou no segundo, mas a Ponte foi merecedora da classificação”, disse Muricy depois do jogo.

Agora o treinador tricolor já começou a pensar no próximo ano e também espera renovar rápido seu contrato para poder focar ainda mais em 2014. “Eu ainda tenho uma conversa, ainda não acertei meu contrato. Não tivemos chance para sentar. Todas as vezes que converso com o São Paulo não tem muita briga para renovar. Sei o que o clube pode pagar e não estou mais nessa de pedir uma coisa para receber outra. Sei a realidade, e eles sabem da minha”, afirmou. Muricy também falou em contratações e que o São Paulo precisa reforçar seu elenco e isso faz com que a diretoria do clube consulte o técnico para possíveis negociações. “O que precisamos é melhorar o time para ter um ano melhor”, finalizou.

Acompanhe o Campeonato Brasileiro

Neste fim de semana acontece a 37ª rodada do Brasileirão, começando no sábado, dia 30, com o Fluminense enfrentando o Atlético-MG no Maracanã. Um pouco mais tarde, às 21h, o Corinthians recebe o Internacional no Pacaembu.

No domingo, dia 1°, a rodada continua às 17h com mais embates: o Vasco tenta escapar do rebaixamento contra o Náutico no Maracanã, o Vitória mede forças com o Flamengo no Barradão, a Ponte Preta pega a Portuguesa no Moisés Lucarelli, o Criciúma tem pela frente o São Paulo no Heriberto Hülse, o Cruzeiro joga com o Bahia no Mineirão e o Coritiba confronta o Botafogo no Couto Pereira. Já às 19h30, outros dois duelos fecham a rodada: o Grêmio joga contra o Goiás na Arena do Grêmio e o Santos busca a vitória contra o Atlético-PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face