Futebol – Edição 333

Nada está definido para Tite

O clube do Parque São Jorge conseguiu uma boa vitória por 2 a 1 diante do rival São Paulo no primeiro jogo da Recopa Sul-Americana, jogando fora de casa. Porém, para o técnico Tite, isso não quer dizer que o time já está com a mão na taça. O treinador lembrou a derrota para os reservas do São Paulo no ano passado e prega muito respeito no jogo decisivo, que acontecerá no Pacaembu no dia 17 de julho. “Nós perdemos para o São Paulo em casa antes do Mundial. Falo isso por respeito. Ninguém é ingênuo de achar que estamos encaminhados porque vamos jogar em casa“, disse o treinador.

Tite também falou sobre a versatilidade de Renato Augusto, que entrou no segundo tempo e comandou a vitória alvinegra com um belo gol. “O Renato fez essa função de volante no clube em que jogou na Alemanha (Bayer Leverkusen). Ele está adaptado para jogar a uma linha de três ou mais avançado. O Guilherme fez uma grande partida contra o São Paulo, e está tendo uma oportunidade que conquistou através do trabalho. Agora, o campo vai falar”, finalizou.

Elenco inchado pode atrapalhar Kleina

O técnico Gilson Kleina conta hoje com mais de 40 jogadores no time principal. O problema é arrumar espaço para tantos profissionais desempenharem as mesmas funções. O jovem meio-campista Patrick Vieira reconhece que muitas vezes um elenco grande de atletas pode acabar atrapalhando o dia a dia do clube. “Às vezes o Gilson quer dar um tipo de treino, mas não dá porque tem muita gente. Então, às vezes, acaba atrapalhando. Mas, para nós, é indiferente ter um grupo grande. Tem muitas brincadeiras e, ao longo do campeonato, precisaremos de vários atletas”, disse o camisa 21.

Patrick Vieira ainda falou sobre as contratações que o Palmeiras fez durante a pausa nos campeonatos devido à Copa das Confederações. Na maioria delas de jogadores de meio-campo, mesma posição do jogador. “Chegaram muitos jogadores na minha posição e agora tenho de trabalhar para conseguir achar o meu espaço”, reconhece. Além da chegada de novos jogadores, aumentando a concorrência no time, Patrick está há três meses sem atuar devido a uma lesão na coxa esquerda e terá de trabalhar muito para reconquistar seu espaço.

Luis Ricardo é foco total na Lusa

Nos últimos meses o clube vem tendo algumas sondagens de Palmeiras e Corinthians pelo lateral-direito Luis Ricardo. Porém o jogador desconversa qualquer interesse e foca em ajudar a Portuguesa a conseguir a vitória no próximo jogo diante do Cruzeiro depois de uma longa folga no campeonato. “Estou pronto, preparado. Esta folga foi merecida, e melhor ainda depois de uma vitória (contra o Fluminense, antes da pausa na tabela). Temos outro jogo em casa, então esperamos dar continuidade no trabalho que vem sendo bem feito”, disse Luis Ricardo. O jogador ainda falou que a grande arma do clube rubro-verde no campeonato pode ser o Canindé, já que a equipe perdeu somente uma vez jogando em seu estádio nesta temporada. “É primordial fazer os resultados em casa. Temos que respeitar o adversário até que o jogo comece, mas depois precisamos nos impor e lutar pela vitória”.

Edu Dracena está fora do clássico

É bem provável que o capitão do Peixe, Edu Dracena, não esteja em campo no clássico contra o São Paulo neste domingo, dia 7, no Morumbi. O zagueiro está recuperado de uma pubalgia no joelho esquerdo, mas ainda não foi liberado pelo departamento médico do clube. “É normal em quase 90% das cirurgias no joelho que o jogador sofra uma tendinite. Por isso, aproveitamos essa parada no Brasileirão para que eu possa jogar sem sentir dor até o final do ano e até o final da minha carreira”, disse o jogador. Com a ausência de Edu, o técnico Claudinei Oliveira deve utilizar o jovem Gustavo Henrique, de apenas 20 anos, já que o reserva imediato Neto também está no departamento médico se recuperando de uma artroscopia no joelho.

Osvaldo acredita em virada no Pacaembu

Para o Tricolor conquistar a Recopa Sul-Americana terá a difícil tarefa de vencer o rival Corinthians por dois gols de diferença jogando no Pacaembu. Para que isso ocorra, o atacante Osvaldo se apega à vitória do time em 2012 pelo Campeonato Brasileiro por 2 a 1 jogando no mesmo estádio. “Aqui eles venceram e vamos tentar chegar lá e ganhar também. Aconteceu no ano passado e não tem nada perdido. Tem jogo no fim de semana (clássico contra o Santos, também no Morumbi). Vamos procurar vencer e nos recuperar”, disse Osvaldo. Apagado no jogo, o camisa 17 admitiu que precisa de uma boa sequência de jogos para voltar a atuar em alto nível com a camisa Tricolor e também poder voltar à Seleção Brasileira. “Tem de manter uma sequência boa, já que a gente não conseguiu fazer isso até agora. Vamos trabalhar porque não tem nada perdido. Estou procurando fazer meu trabalho e jogar o melhor futebol possível”, afirmou.

Acompanhe o Campeonato Brasileiro

Neste sábado, dia 6, começa a 6ª rodada do Brasileirão com três jogos às 18h30: o Flamengo pega o Coritiba no Mané Garrincha, o Náutico joga contra a Ponte Preta na Arena Pernambuco e o Atlético Paranaense encara o Grêmio no Durival de Britto. Um pouco mais tarde, às 21h, a Portuguesa busca a vitória diante do Cruzeiro no Canindé.

No domingo, dia 7, a rodada continua com mais quatro duelos às 16h: São Paulo e Santos fazem o clássico paulista no Morumbi, o Bahia recebe o Corinthians na Fonte Nova, o Internacional confronta o Vasco no Centenário e o Goiás mede forças com o Vitória no Serra Dourada. Já às 18h30, ocorre o fechamento da rodada com dois jogos: Botafogo e Fluminense fazem o clássico carioca na Arena Pernambuco e o Atlético Mineiro joga contra o Criciúma no Independência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *