Etapa de Brasília já teve vitórias de cinco marcas de caminhões

No dia 8, domingo, às 13h, o Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck terá sequência com a quarta etapa em Brasília (DF). Será a 13ª edição da corrida no anel externo do Autódromo Internacional Nelson Piquet, onde a categoria teve um evento pela primeira vez em 2002 e que, a partir de então, jamais deixou de integrar o calendário de etapas.

Com seus 2.919,45 metros, o traçado de Brasília é o que possibilita as maiores médias de velocidade entre os dez circuitos que recebem, em 2014, as corridas da Fórmula Truck. Em 2013, Paulo Salustiano conquistou a pole position para a etapa brasiliense com um Mercedes-Benz atingindo média de 148,143 km/h, recorde do traçado que, com cinco curvas, costuma proporcionar corridas repletas de trocas de posição desde as primeiras voltas.

As 12 corridas já realizadas em Brasília tiveram vitórias de cinco marcas de caminhões. O pernambucano Beto Monteiro ganhou em 2002, pilotando um Ford. Ele hoje disputa a Fórmula Truck pela Iveco, marca que venceu em 2013 com o paulista Valmir Benavides.

O paulista Felipe Giaffone ganhou a corrida em 2011, com um Volkswagen. Os paranaenses Wellington Cirino e Leandro Totti venceram em 2008 e 2012, ambos pilotando um Mercedes-Benz.

Totti, em 2014, disputa a Fórmula Truck pilotando um Volkswagen-MAN, lidera o Campeonato Brasileiro e prepara-se para o GP Petrobras certo de que sairá de Brasília ainda como primeiro colocado.

Vencedor das três primeiras etapas, disputadas em Caruaru (PE), Curitiba (PR) e São Paulo (SP), ele soma 92 pontos. Giaffone, seu companheiro de equipe na RM Competições, é vice-líder, com 50, o máximo possível a um piloto por etapa são 32 pontos.

Equipe LucarMotorsports
Para o piloto paulista Luiz Lopes, patrocinado pelo jornal O Retrato, revista Em Dia e L&L Veículos, a expectativa sobre a etapa é boa. “Entre as corridas de São Paulo e Brasília houve pouco tempo e não conseguimos treinar. Há alguns dias, fizemos uma revisão e modificamos a suspensão e o comando do caminhão”, conta Luiz. Já com relação ao circuito, o piloto revela: “Brasília possui pista em alta e os caminhões que estão bem acertados levam um pouco mais de vantagem com relação à etapa, mas acredito que tudo pode acontecer. A equipe está na torcida por uma boa colocação”, conclui.

A programação do GP Petrobras em Brasília terá início no dia 6, sexta-feira, com duas sessões de treinos livres de 60 minutos, cada, marcadas para as 11h e as 14h. No dia 7, sábado, serão disputados dois treinos livres de 45 minutos, às 8h30 e às 10h15. A tomada de tempos classificatória vai começar às 13h, com transmissão ao vivo pelo site formulatruck.com.br. A corrida de domingo terá largada às 13h15, para 60 minutos de disputa, com transmissão da Band. Na próxima edição, o jornal O Retrato trará uma cobertura sobre o evento. Confira!

SERVIÇO:
Fórmula Truck
www.formulatruck.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face