Estado e União assinam convênio para elaboração de projeto de melhorias na entrada de Santos

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria Estadual de Logística e Transportes (SLT), assinou convênio com a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) para a realização de estudos de alternativas viárias e de projetos de engenharia para obras de melhoria nos acessos rodoviários à cidade de Santos e ao porto. O valor do convênio é de R$ 15 milhões, dos quais R$ 7,5 serão repassados por São Paulo e R$ 7,5 milhões, pela União.

O acordo prevê que um conjunto de intervenções seja analisado e projetado com o objetivo de eliminar gargalos, garantir fluidez ao tráfego da região e melhorar o acesso ao Porto de Santos, contribuindo, assim, com a logística do escoamento de cargas e com o desenvolvimento econômico da região. As seguintes soluções estão contempladas no convênio:

  • Interligação em desnível da Avenida Nossa Senhora de Fátima à Via Anchieta.
  • Criação de um novo sistema viário de acesso aos bairros da Zona Noroeste da cidade de Santos.
  • Interligação da Via Anchieta Sul à Avenida Martins Fontes.
  • Criação de um sistema binário de circulação viária utilizando a Marginal Sul da Via Anchieta e a Avenida Bandeirantes.
  • Novo acesso da Via Anchieta à Zona Portuária e ao bairro da Alemoa Industrial.
  •  Interligação da Marginal da Via Anchieta Sul com Avenida Bandeirantes e o retroporto no bairro Chico de Paula.
  • Interligação da Via Anchieta à Avenida Perimetral da Margem Direita do Porto de Santos.

O complexo portuário de Santos responde atualmente por mais de um quarto da movimentação da balança comercial brasileira. Sua área de influência econômica concentra mais de 50% do produto interno bruto (PIB) do país. Entre as principais cargas movimentadas no Porto, estão açúcar, soja, café, milho, trigo, automóveis, álcool e outros produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *