Dicas para ajudar o comprador na hora do financiamento imobiliário

* FABIANO NEAIME

Casa ou apartamento? Realizar o sonho de adquirir um imóvel é um dos grandes objetivos de muitos brasileiros. Para isso, o financiamento bancário é uma das saídas para que essa conquista aconteça cada vez mais cedo.

O financiamento bancário nada mais é do que um procedimento em que a instituição financeira fornece recursos ao cliente, estabelecendo prazos e parcelas a serem pagas durante um longo período, que pode variar de 10, 15 ou mesmo 30 anos. Mas, para que isso aconteça sem transtornos e, principalmente, que seja realizado de uma forma confortável para o consumidor, é fundamental que o comprador tenha conhecimento sobre o assunto.

Para ajudar os futuros proprietários, abaixo, alguns mitos e verdades para esclarecer as principais dúvidas na hora de fechar o financiamento bancário:

· O financiamento bancário é muito complexo e demorado?
Depende de dois fatores, a documentação do imóvel estar regularizada e de o comprador ter o crédito aprovado. O que pode demorar é se estes dois fatores estiverem incorretos. A maioria dos bancos oferece financiamentos imobiliários e o período é relativo. Se a documentação for entregue de forma correta para a instituição, pode-se levar cerca de 15 dias.

· Existe algum profissional responsável por auxiliar o cliente nesta situação?
Sim, os corretores de imóveis especializados e consultores imobiliários. A imobiliária tem uma função importante, que é não deixar o cliente assinar um contrato de compra e venda antes da aprovação do crédito, além de assessorar o cliente. Tem comprador que assume o compromisso antes de ter o crédito e isso prejudica na hora do procedimento. Contar com uma assessoria jurídica é importante para auxiliar nesse caso.

· Assessoria imobiliária pode facilitar no processo?
Sim, pode facilitar. A assessoria já tem um relacionamento com a grande maioria dos bancos, além de ter conhecimento profundo sobre o assunto, podendo direcionar o cliente para cumprir um prazo mais curto de espera e orientar sobre todos os trâmites e documentações.

· O tempo médio para aprovação do financiamento depende do banco que escolher?
Nem sempre. A maior dificuldade é comprovar renda. Atualmente, há bastante autônomos e profissionais liberais, que precisam comprovar renda e apresentar ao banco. A instituição precisa entender o ramo de atividade deste cliente para, assim, liberar ou não o crédito para o comprador. A instituição financeira entende que pode haver risco e, por isso, não aprovar.

· Quais são os principais documentos necessários na hora de financiar um imóvel?
Se o cliente for assalariado, os documentos são:
- RG (Carteira de Identidade), original e cópia;
- CPF (Cadastro de Pessoa Física), original e cópia;
- Comprovante de estado civil, original e cópia;
- Comprovante de renda (Holerite), original e cópia.

Caso seja autônomo ou profissional liberal é necessário comprovar renda por meio do contrato de prestação de serviços, declaração do Imposto de Renda, declaração do sindicato da categoria, registro de recebimento por trabalhos prestados ou uma Declaração Comprobatória de Recepção de Rendimentos (Decore), feita por um contador.

Atenção aos pequenos detalhes
- Confira nos principais órgãos se não existem pendências no nome da empresa que está vendendo o imóvel;
- Atualize e prepare os documentos com antecedência, isso ajuda a ganhar tempo quando achar o imóvel que melhor agrada;
- Trabalhe num cenário conservador na hora de comprar um imóvel, é necessário se resguardar para não haver frustrações.

* Fabiano Neaime é diretor da Qualiti Imóveis, consultoria imobiliária com 18 anos de atuação no setor em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face