De ressaca, Brasil vence a Suécia

Fonte: Folhpress

Com dois gols de Pato e um do atacante Leandro Damião, o Brasil superou a Suécia por 3 a 0 no estádio Rasunda, palco do primeiro título mundial brasileiro, em Estocolmo, hoje.

O amistoso foi a última partida realizada no estádio, que será derrubado para a construção de um conjunto de prédios. Foi também o primeiro compromisso brasileiro após o fiasco nos Jogos Olímpicos de Londres.

Agora, a seleção fará três amistosos no Brasil. Com o triunfo de hoje, o técnico Mano Menezes voltará ao país um pouco menos pressionado após a derrota para o México na final da Olimpíada.

Antes da partida. jogadores suecos e brasileiros que participaram da final da Copa-1958 receberam homenagens. Pelé foi o escolhido para dar o pontapé inicial do amistoso.

Mano fez quatro alterações em relação ao time-base da Olimpíada. Ele sacou o lateral direito Rafael, o zagueiro Juan e o volante Sandro e o lateral esquerdo Marcelo, que estava suspenso.

Na Suécia, o grande desfalque foi o astro Ibrahimovic. A estrela do PSG sentiu uma contusão no pé antes do confronto e sequer ficou no banco de reservas.

O Brasil foi melhor na primeira etapa, principalmente pelas atuações de Neymar e Leandro Damião. Eles apareceram aos 18min, quando o atleta do Inter chutou na trave e o santista marcou no rebote, mas a arbitragem já havia marcado impedimento do camisa 11.

Depois, Paulinho lançou Neymar, que recebeu livre na área e cruzou rasteiro, mas Thiago Silva chegou atrasado. Aos 31min, o astro santista cruzou e encontrou Leandro Damião livre. De cabeça, o centroavante fez 1 a 0.

A Suécia tentou responder em uma jogada aérea com Toivonen, mas o sueco concluiu para fora. Já no fim da etapa inicial, Berg saiu cara a cara com o goleiro Gabriel, mas chutou em cima do arqueiro.

“A gente sempre treina com esta jogada com o Damião e com o Pato”, falou Neymar ao Sportv, em referência ao lance do gol, no intervalo.

No segundo tempo, o nível técnico do jogo caiu. A Suécia não pressionou em busca do empate e o Brasil passou a administrar a vantagem. O time de Mano levava perigo apenas em chutes de média distância.

O técnico brasileiro fez alterações na última metade do segundo tempo fim do jogo. Sacou Oscar, David Luiz, Leandro Damião, Paulinho e Neymar para as entradas de Hulk, Dedé, Alexandre Pato, Sandro e Lucas.

Toivonen ainda teve outra oportunidade para empatar o amistoso, mas falhou na conclusão novamente. Mas foi Pato quem brilhou com dois gols. Um de cabeça, após a zaga sueca parar para pedir impedimento e, outro de pênalti, que ele mesmo sofreu.

SUÉCIA
Isaksson; Larsson, Granqvist, Olsson e Safari; Wernbloom, Wilhelmsson (Kacaniklic), Holmén, Elm (Svensson) e Toivonen; Berg (Hysén). Técnico: Erik Hamrén

BRASIL
Gabriel; Daniel Alves, David Luiz (Dedé), Thiago Silva e Alex Sandro; Rômulo, Paulinho (Sandro), Ramires e Oscar (Hulk); Neymar (Lucas) e Leandro Damião (Alexandre Pato). Técnico: Mano Menezes

Estádio: Rasunda, em Estocolmo
Árbitro: Viktor Kassai (Hungria)
Gols: Leandro Damião, aos 31min do 1º tempo; Alexandre Pato, aos 38min e aos 40min do 2º tempo
Cartões amarelos: Sebastian Larsson, Pontus Wernbloom e Thiago Silva
Público: 32.781 pagantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face