Custos condominiais atingem estabilidade e falta de pagamento de condomínios volta a crescer em São Paulo

A Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC) divulgou seus índices de mercado referentes ao mês de maio. O valor dos condomínios de São Paulo no mês de maio segue o equilíbrio do mês anterior, registrando variação de 0,29%, de acordo com Índice Periódico de Variação de Custos Condominiais (IPEVECON). Em maio, o índice tem elevação acumulada de 7,29% nos últimos doze meses, enquanto o IGPM, que variou 0,41% no mês, apresenta variação acumulada de apenas 4,10%.

“As despesas com pessoal apresentaram elevação de 0,58%, enquanto o item energia refletiu aumento de 5,78% acompanhado pelo item de ‘Despesas Eventuais’, com 7,03%. Outros grupos de despesas relevantes sofreram queda, como os encargos sociais (-2,27%) e consumo de água (-0,25%), contrabalançando o resultado final do índice”, explica o diretor de condomínios da AABIC, Omar Anauate.

IPEMIC
O Índice Periódico de Mora e Inadimplência Condominial (IPEMIC) do mês de maio registrou índice de mora no pagamento de cotas condominiais (atraso até o 30º dia) de 6,78% que, em comparação ao mesmo período do ano anterior (5,27%), representou aumento de 1,51%, em pontos percentuais. O valor relativo à inadimplência do mês, com base em maio de 2015 (não pagamento do 31º ao 90º dia após o vencimento) atingiu 3,66%, refletindo aumento de 0,42% em pontos percentuais, em relação a março de 2014 (3,66%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face