Cresce o volume de ações de cobrança de condomínio, aponta Secovi-SP

Segundo levantamento do Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), realizado junto ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, o número de ações de cobrança por falta de pagamento da taxa de condomínio aumentou 4,98% no segundo mês do ano na Capital. Foram registrados 675 processos em fevereiro, contra 643 ações ajuizadas em janeiro deste ano. Na comparação com o número de ações registradas em fevereiro de 2013 (563 casos), a alta foi bem maior: 19,9%.

Por outro lado, houve queda no acumulado do primeiro bimestre. Em janeiro e fevereiro de 2014, foram computadas 1.318 ações, contra 1.548 totalizadas em igual período do ano passado, um recuo de 14,9%. A tendência de queda também é percebida no acumulado dos últimos 12 meses. De março de 2013 a fevereiro de 2014, houve o registro de 9.451 ações, 8% a menos que as 10.275 ajuizadas entre março de 2012 e fevereiro de 2013.

Para o vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Sindicato, Hubert Gebara, o que pode ter contribuído para o aumento são as despesas de início de ano, como IPVA, IPTU, matrícula e material escolar, entre outras que, “comprimem o orçamento doméstico.” Contudo, Gebara acredita que a alta em fevereiro foi pontual e não deverá alterar o quadro de estabilidade observado nos últimos meses. “Ainda neste primeiro semestre, a tendência de queda deve ser retomada”, destacou.

SERVIÇO:
Secovi
www.secovi.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face