Conservação ruim é ‘inimiga nº 1’ do aluguel de imóveis

O mau estado de conservação de um imóvel é o principal fator que prejudica o fechamento do contrato de locação, podendo adiar o negócio por meses a fio. O alerta é de empresas líderes em administração imobiliária no Estado de São Paulo. “Após algumas locações, é inevitável o desgaste natural. Entre um inquilino e outro, principalmente quando o locatário morou no imóvel por muito tempo, é essencial fazer os reparos necessários para atrair interessados”, afirma Roseli Hernandes, diretora comercial de empresa especializada no ramo. Outros fatores que podem dificultar o fechamento do contrato de locação, segundo ela, são imóveis sem armários e mobília em mau estado. A especialista não aconselha anunciar o imóvel para locação em muitas imobiliárias: “O excesso de placas dá impressão de imóvel ‘encalhado’, além de provocar desencontros de informações, como valor do aluguel, isso atrapalha as negociações e muitas vezes o pretendente perde a credibilidade com a imobiliária”. Outra questão a ser observada é a flexibilidade dos proprietários quanto ao tipo de fiança, pois, além do fiador, há outras possibilidades, como o seguro-fiança, por exemplo.

SERVIÇO:
Lello
www.lelloimoveis.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *