Confira as principais propostas dos candidatos a prefeito dentro do tema Segurança

Ana Luiza (PSTU)

  • Defende punição exemplar para a violência contra a mulher, a implantação de delegacias da mulher que funcionem 24h em cada subprefeitura, e de serviços de assistência social e psicológica, uma rede de casas-abrigo, e serviço de aborto seguro e gratuito para todas as mulheres vítimas da violência. Defende ainda a legalização do aborto.
  • Defende a criminalização da homofobia e a votação do PLC 122. Implemer o kit anti-homofobia em toda a rede escolar municipal.
  • Defende punição exemplar para a violência policial racista.
  • Defende a desmilitarização da guarda municipal e sua transformação em guarda patrimonial, a desmilitarização da PM e sua unificação com as polícias civil e técnica, sob o controle de conselhos populares para evitar que a força policial seja usada pelos ricos para agredir a população trabalhadora. Apoia as lutas dos trabalhadores policiais por salários dignos.

Anaí Caprone (PCO)

  • Preventivo: concessão de condições de vida dignas para a população (salário mínimo real, emprego para todos, saúde e educação gratuitos e de qualidade, moradia para todos etc.).
  • Dissolução das guardas civis metropolitanas, aparatos de repressão auxiliares de caráter inconstitucional. Em seu lugar, criação de uma milícia diretamente controlada pela população, em âmbito local e com a participação direta da comunidade, com os seus oficiais eleitos democraticamente pela tropa etc.
  • Controle democrático dos trabalhadores e da população sobre o Judiciário (controle direto das organizações do movimento operário e popular e eleições diretas para juízes e promotores).

Carlos Gianazzi (PSOL)

  • Combater a violência na raiz, investindo em políticas sociais e de geração de emprego, dando à polícia um status cada vez mais civil e à repressão qualificada um caráter preventivo e comunitário, entendendo que a sociedade em movimento é força ativa e necessária das mudanças sociais e da segurança pública.

Celso Russomano (PRB)

  • Ampliar os convênios entre o município e as autoridades de segurança do Estado a fim de mapear recursos e a presença do poder público em áreas de alta estatística criminal.
  • Ampliar políticas sociais específicas com foco em moradores em situação de rua a fim de oferecer condições sociais de dignidade.
  • Implementar a iluminação em locais de grande concentração pública e priorizar igualmente as comunidades sem iluminação e com grande incidência de crimes.
  • Priorizar a segurança nas escolas públicas e no perímetro de seu quadrilátero.
  • Ampliar o monitoramento através de câmeras, em áreas de elevada concentração de pessoas, considerando o deslocamento de policiamento preventivo e a disponibilização de informações, através de frequência integrada com autoridades estaduais de segurança.
  • Ampliar o efetivo da GCM (Guarda Civil Municipal), bem como aparelhar seus recursos profissionais básicos.
  • Implementar as Inspetorias Distritais a fim de aproximar o comando da GCM da população local.
  • Capacitar, qualificar e valorizar a Guarda Civil Metropolitana através de um plano de carreira que incentive melhorar seu desempenho e crescimento na carreira.
  • Recuperar e ampliar as bases comunitárias de segurança da GCM.
  • Através do Programa Administração Inteligente, implantar o Centro de Controle e Ação Municipal com cobertura informatizada, a fim de dar suporte à segurança municipal.

Eymael (PSDC)

  • Promete implantar um plano municipal de segurança pública.
  • Promover a interatividade da administração municipal com os governos estadual e federal, com foco no combate à violência e às drogas.
  • Transformar a Guarda Municipal em referência mundial de desempenho.
  • Propõe a utilização plena de todos os avanços tecnológicos na área da informação e comunicação, com total interatividade com as demais forças de segurança estaduais e federais.
  • Defende um avançado processo de seleção de quadros e qualificação profissional continuada.
  •  Promete uma política de remuneração ajustada em plano de carreira específico e que faça justiça ao risco e importância da função.
  • Diz que vai atualizar permanentemente veículos e demais equipamentos pertinentes à função.

Fernando Haddad (PT)

  • Melhorar a iluminação pública da cidade e estimular a construção de muros em terrenos baldios.
  • Criar sistema de informações sobre segurança, envolvendo locais, natureza e frequência dos crimes para elaborar mapa de violência e criminalidade e orientar políticas preventivas.
  • Ampliar o efetivo da Guarda Civil Metropolitana e modernizar e ampliar o sistema eletrônico de vigilância da Guarda Civil Metropolitana, integrando-o aos sistemas da CET, SPTrans e de políticas de vigilância estaduais.
  • Articular recebimento de recursos federais do Pronasci e implantar um programa de iluminação pública.
  • Instituir programa territorializado de prevenção em regiões vulneráveis, inclusive por meio de parcerias com o governo federal para programas como Mulheres da Paz, Protejo e Núcleo de Justiça Comunitária.

Gabriel Chalita (PMDB)

  • Defende que as ações de combate ao crime sejam integradas entre os governos federal, estadual e municipal.
  • Fortalecer a Guarda Civil Metropolitana e intensificar sua presença no entorno de prédios públicos (escolas, unidades de saúde etc.) para ampliar as condições e a sensação de segurança pela população.
  • Defende que os efetivos sejam descentralizados e focados em atividades preventivas, com base em experiências bem-sucedidas de polícia comunitária.
  • Defende o estreitamento de relações entre polícia e comunidade para ajudar na prevenção de crimes e acidentes, aumentando a confiança da população nas leis e na polícia, em parcerias com o governo estadual, que é o responsável pelas polícias civil e militar.
  • Melhorar a iluminação das vias, dos prédios, monumentos e espaços públicos.
  • Manter praças, parque e jardins bem cuidados, sem mato e acúmulo de lixo e entulho.
  • Fiscalizar a manutenção de terrenos baldios para evitar que se tornem refúgios de criminosos, traficantes e usuários de drogas.
  • Em parcerias com o governo do Estado, através da PM, realizar blitz para fiscalizar abuso no uso de álcool e drogas no trânsito.
  • Realizar campanhas de melhoria da segurança em áreas com grande concentração de bares, restaurantes e pessoas.
  • Estimular o uso de praças e parques com eventos culturais e esportivos, promovendo sua ocupação por meio de novas práticas urbanas, como a virada cultural semanal ou mensal, itinerante por todos os distritos paulistanos.
  • Propõe ocupar as escolas nos finais de semana com atividades esportivas, culturais e cursos para alunos e famílias, promovendo novas solidariedades entre as escolas e seu entorno, diminuindo a violência.
  • Criar uma rede abrangente de atendimento psicossocial com acolhimento dos dependentes químicos em situação de rua, por meio do convencimento, para romper com o ciclo drogas-rua-criminalidade, e fazer seu encaminhamento a clínicas especializadas conveniadas com a prefeitura.

Levy Fidelix (PRTB)

  • Promete aumentar o efetivo da Guarda Civil Metropolitana para 20 mil homens.
  • Criar a Academia de Polícia da GCM, com o objetivo de profissionalização e atualização.
  • Defende que os guardas civis metropolitanos substituam os policiais militares no serviço de trânisto.
  • Defende que os guardas civis metropolitanos substituam os serviços de seguranças de empresas particulares em parques, jardins e patrimônio público.
  • Promete investir em iluminação pública.
  • Diz que acabaria com a Operação Cidade Limpa, permitindo a volta das fachadas iluminadas, para maior segurança da população paulistana.

José Serra (PSDB)

  • Melhorar a iluminação pública e colocar mais câmeras de vigilância nos centros mais movimentados, integrando-as à rede de monitoramento existente.
  • Ampliar a Operação Delegada de 4 mil para 8 mil policiais militares nas ruas.
  • Instalar um sistema online que permita fazer o monitoramento de acidentes, lixo não recolhido, falta de iluminação, enchentes e outros problemas da cidade.
  • Promete realizar uma Virada Social em todas as áreas de São Paulo, com promoção de grandes mutirões de cidadania através de diversas secretarias municipais nas áreas de segurança, saúde, educação, cultura, esportes e assistência social.
  • Ampliar os investimentos na Guarda Metropolitana, principalmente em qualificação profissional, equipamentos e tecnologia.

Miguel (PPL)

  • Promete reforçar a segurança do município com a Guarda Municipal e articular suas ações com a comunidade.
  • Garantir a segurança dos alunos e da comunidade escolar com a ronda escolar atuando em um raio de 1 km das escolas.
  • Criar a ronda hospitalar, que estaria presente em todos os hospitais e unidades de saúde de São Paulo.
  • Atuar junto ao governo federal e estadual para a construção de locais de ressocialização que possibilitem a reintegração das pessoas que cometeram delitos ou crimes, através do trabalho.
  • Promover e ampliar a articulação junto aos governos estadual e federal para garantir ações que propiciem segurança pública e social para os cidadãos da cidade de São Paulo. Defende, por exemplo, uma atuação firme da Polícia Federal no porto de Santos/Guarujá para combater o contrabando e tráfico de drogas e armas através de bloqueios itinerantes e rodízio nas equipes.
  • Planejar e ministrar programas de treinamento para vigilantes particulares que prestam serviços de segurança em condomínios e lojas.

Paulinho da Força (PDT)

  • Promete aumentar a iluminação pública em 40%, eliminando todos os pontos escuros da cidade.
  • Aprimorar o tipo de iluminação pública com a aquisição de lâmpadas a vapor de sódio, que iluminam mais e consomem menos que as lâmpadas tradicionais.
  • Ampliar o número de câmeras de segurança existentes para o monitoramento das vias, espaços e equipamentos públicos, tanto nas regiões centrais como nas periféricas da cidade.
  • Investir mais em tecnologia da informação como ferramenta de apoio à segurança pública.
  • Investir na modernização da GCM (Guarda Civil Metropolitana).
  • Dobrar o contingente da GCM para 12 mil guardas e oferecer constantes cursos de capacitação e de segurança aos profissionais.
  • Ampliar a visibilidade da ouvidoria da GCM para melhorar o atendimento à população.
  • Privilegiar a atuação da GCM para realizar a segurança dos cidadãos durante seu acesso aos bens, serviços e equipamentos públicos, como escolas, terminais de ônibus, hospitais, bibliotecas e parques.
  • Promover avaliações periódicas na GCM e ter dados das atividades realizadas e dos resultados alcançados.
  • Desenvolver um programa de recuperação de áreas degradadas, de forma a aumentar a segurança do cidadão nesses locais, melhorando a qualidade de vida e a autoestima da população.

Soninha (PPS)

  • Promete conservar prédios e espaços públicos limpos, iluminados e bem utilizados.
  • Defende mais comércio de rua, mais áreas públicas de lazer e convivência, mais gente morando no centro, mais empregos na periferia (para aumentar o movimento diurno e noturno e favorecer o conhecimento e integração entre as pessoas).
  • Criar mais espaços de mediação de conflitos.
  • Ampliar a integração inteligente entre órgãos municipais e polícias civil, militar e federal, especialmente para combate ao crime organizado.
  • Aumentar a busca e apreensão de armas.
  • Ampliar as rondas móveis e a interação da GCM com a população.
  • Oferecer oportunidades de trabalho, prazer e lazer, especialmente para os jovens, e promover a cultura de paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *