Cinco dicas para criar um ambiente externo sofisticado e duradouro

Sol, chuva e maresia acabam sendo os grandes vilões quando o assunto é mobiliário para área externa. Os móveis expostos ao tempo necessitam de atenção especial para que não se deteriorem rapidamente e destoem da decoração do resto da casa pelo aspecto de descuido. Desta forma, as arquitetas Aline e Denise Bernacki, da Bernacki Arquitetura, dão cinco dicas de produtos resistentes e duráveis para deixar os espaços abertos ainda mais bonitos e sofisticados.

1- Prefira peças em alumínio
Este material é resistente à ação corrosiva da maresia e ao desbotamento do sol e chuva, sendo uma escolha durável e prática. “Também existem boas opções de madeiras tratadas e fibras de PVC que também podem compor a decoração sem preocupação”, lembra Denise.

2- Espelho, pode sim!
Espelhos são uma ferramenta muito utilizada na decoração para trazer amplitude aos espaços. E, ao contrário do que muitos pensam, também podem ser utilizados em ambientes externos. “O único cuidado é não colocá-los na parede onde o sol incide diretamente, pois a reflexão pode causar algum desconforto. No mais, sugerimos utilizar uma boa marca de espelho, para que não haja oxidação e, de preferência, inserir na parte superior uma moldura para não ter incidência de água”, aconselha Aline.

3- Tapetes
A sensação de aconchego proporcionada pelos tapetes também pode ser usufruída nas áreas descobertas. Peças em fibra de PVC garantem impermeabilidade e ausência de fungos e mofos. As versões em fibras naturais também são muito utilizadas nesses espaços, mas precisam ser retiradas quando há chuva.

4- Tecidos impermeáveis
Existem hoje no mercado tecidos 100% impermeáveis, com espuma Quick Dry, que eliminam a possibilidade de fungos e mofos, proporcionando maior durabilidade e higiene ao produto. Esse tipo de tecnologia permite a exposição direta de sofás e poltronas ao tempo, sem a preocupação de danificar o estofado.

5- Escolha seu estilo
O mobiliário de área externa não precisa ser necessariamente rústico, com aspecto de casa de campo. “Utilizando móveis desenvolvidos para esse tipo de ambiente podemos combiná-los da forma mais coerente para cada espaço, por exemplo: em casas de montanha podemos escolher móveis mais rústicos, em casas de praia um mobiliário de alumínio branco com tecidos em tons de água para harmonizar com o mar, em um pequeno jardim de inverno podemos colocar uma poltrona toda revestida em tecido para dar mais aconchego”, exemplifica Denise. Segundo a arquiteta, o importante é verificar a necessidade de cada ambiente e fazer a melhor composição com os excelentes móveis disponíveis no mercado.

SERVIÇO:
Bernacki Arquitetura
www.bernackiarquitetura.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face