Caruaru recebe 40 mil pessoas na abertura da temporada 2014

Foi com uma plateia de 40 mil pessoas que o piloto Leandro Totti sagrou-se campeão da primeira etapa dos campeonatos Brasileiro e Sul-Americano de Fórmula Truck no dia 16 de março, em Caruaru (PE). Campeão em 2012 e vice no ano passado, o paranaense da RM Competições venceu de ponta a ponta o GP Aurélio Batista Félix.

Mais rápido em todas as sessões de treinos livres e classificatórios do dia 15 de março, Totti foi pole-position e manteve o Volkswagen-MAN número 73 da RM Competições na liderança nas 29 voltas da etapa pernambucana. Após mais de uma hora de corrida, recebeu a bandeirada da vitória com mais de 13 segundos de vantagem sobre o paulista Roberval Andrade, piloto do Scania da Ticket Car Corinthians Motorsport, que terminou em segundo. O brasiliense Geraldo Piquet e o paulista Paulo Salustiano, que defendem as equipes ABF-Santos e ABF Racing Team, levaram seus caminhões Mercedes-Benz ao terceiro e ao quarto lugar. Já o piloto Danilo Dirani, que voltou a competir na Fórmula Truck como titular do outro caminhão da Ticket Car Corinthians, terminou a disputa em quinto. Dos 25 pilotos que largaram, 17 chegaram ao fim da corrida. Para o piloto paulista Luiz Lopes, patrocinado pela revista Em Dia, jornal O Retrato e L&L Veículos, a corrida foi satisfatória. Confira o bate-papo com o piloto!

O RETRATO – O caminhão da equipe ganhou novas cores, no que você se inspirou?
LUIZ LOPES – Este ano será o ano da Copa do Mundo no Brasil, por isso as ruas e o País inteiro estarão de verde e amarelo e com o meu caminhão não podia ser diferente.

OR – Como foram os testes iniciais com o caminhão e os treinos classificatórios? Em qual posição você largou?
LUIZ – Os treinos de sexta-feira e sábado foram de ajustes, tivemos diversos problemas como aquecimento, fumaça, potência, entre outros, mas conseguimos corrigi-los para a corrida. Infelizmente, largamos na 24ª posição por ter sido penalizado no classificatório por excesso de fumaça.

OR – Como foi a corrida para a Lucar Motorsports? Qual posição chegou?
LUIZ – A corrida em Caruaru foi de recuperação, chegamos na 14ª posição depois de uma penalidade em que tivemos que pagar por drive-through (passagem pela área de box).

OR – Agora sem o catalisador, as novas regras contribuíram para o desempenho do caminhão?
LUIZ – Para nossa equipe foi difícil, tivemos que retirar muito óleo para estancar a fumaça, motivo pelo qual perdemos muita potência durante a etapa.

OR – O que você espera para a próxima prova?
LUIZ – Tentar achar um sistema que consiga reduzir a fumaça sem perder tanta potência. Apesar de a próxima corrida ser em Curitiba, onde a temperatura é mais amena, acreditamos que lá a fumaça será menor. Como o intervalo entre esta corrida e a outra é muito curto, não teremos tempo para fazer um treino, pois a equipe deve chegar somente na sexta-feira na cidade e teremos muito trabalho pela frente.
A próxima etapa acontece no dia 13 de abril, às 13h, em Curitiba e o jornal O Retrato trará uma cobertura completa. Não perca!

Resultado do GP Aurélio Batista Félix
1º- Leandro Totti (PR/Volkswagen-MAN), RM Competições
2º- Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport
3º- Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF Santos
4º- Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team
5º- Danilo Dirani (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport
6º- Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco
7º- Fabiano Brito (PR/Volvo), ABF/Volvo
8º- Marcello Cesquim (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team
9º- Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco
10º- João Maistro (PR/Volvo), Copacol Clay Truck Racing
11º- Felipe Giaffone (SP/ MAN), RM Competições
12º – Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão
13º – Jaidson Zini (PR/Iveco), Dakarmotors
14º – Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports
15º – Jansen Bueno (PR/Scania), Muffatão
16º – André Marques (SP/Volkswagen-MAN), RM Competições
17º – Raijan Mascarello (MT/Ford), DF Racing Fans

Classificação dos Campeonatos Brasileiro e Sul-Americano:
1º- Totti, 32 pontos; 2º- Andrade, 23; 3º- Piquet, 18; 4º- Salustiano, 14; 5º- Dirani, 12; 6º- Monteiro, 10; 7º- Brito, 8; 8º- Cesquim, 7; 9º- Benavides, 6; 10º- Maistro, 5; 11º- Giaffone e Cirino, 4; 13º- Muffato, 3; 14º- Zini e Marques, 2; 16º- Lopes, 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *