Boca no Trombone – Edição 386

Este espaço é dedicado aos leitores e moradores da região que desejam fazer alguma denúncia ou reclamação. Se algo lhe incomoda e você precisa desabafar, não pense duas vezes, coloque a Boca no Trombone!

“Moro no Jardim Anália Franco e solicito às autoridades competentes a instalação de um quebra-molas na rua Padre Landell de Moura na altura da rua Luiz dos Santos Cabral (em frente à Europamotors). Neste local existe uma faixa de pedestres, mas os carros não a respeitam e passam com velocidade acima do permitido proporcionando alto risco de atropelamento. Peço também a instalação do semáforo para pedestres no cruzamento das ruas Eleonora Cintra com a Padre Landell de Moura e rua Emília Marengo com a Padre Landell de Moura, pois são lugares com grande movimento de carros e perigosos para a travessia de pedestres”.

João
Morador do Jardim Anália Franco

Posição da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego):

Em atenção à solicitação, a CET informa que já realizou vistoria técnica e estudos nos cruzamentos da rua Padre Landell de Moura com as ruas Eleonora Cintra e Emília Marengo, que possuem sinalização semafórica veicular. O estudo constatou que os locais não atendem aos critérios para instalação de semáforo específico para pedestres. O tempo de espera para a travessia e o volume de pedestres, são, por hora, insuficientes para a instalação do equipamento.

Quanto à instalação de lombada na rua Padre Landell de Moura, próximo à rua Luiz dos Santos Cabral, a CET informa que vai analisar o local. Cabe esclarecer que, para a implantação de lombada é necessário que a via atenda aos critérios previstos pela Resolução 039/98 do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito), como volume de tráfego, índice de acidentes, geometria da via e tipo de pavimento.

One Response to Boca no Trombone – Edição 386

  1. ALBERTO UTIDA disse:

    Há poucos meses atrás tivemos a inversão de mão na Rua dos Trilhos, nas proximidades da Av. Paes de barros, em direção ao bairro, no bairro da Mooca. Nós, os moradores da região reclamamos várias vezes com a CET, prefeitura e nunca nos retornaram ou explicaram os reais motivos dessa inversão de mão que tanto prejudica os moradores e os que utilizam as saídas da Mooca. Para nossa surpresa, vemos atualmente que nesse trecho onde foi invertida a mão da rua está se tornando lugar para estacionamento de carros dos dois lados da rua. Foi para isso que fizeram a inversão e não para beneficiar a todos os moradores e os transeuntes? Esqueceram que o bairro da Mooca não tem muitas saídas para o centro e ainda fecham uma das melhores opções que tínhamos? É um absurdo mais uma vez ver que os administradores da nossa cidade não conhecem a nossa cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  face