Bairros da Zona Leste entram em estado de atenção para deslizamentos

A zona Leste foi a região em que mais choveu desde o início de 2014, com índice de precipitação de 73,9mm. A previsão é que até o fim do janeiro chova 50% a mais do que o mesmo período do ano passado em toda a capital paulista. Na região, existem oito estações meteorológicas, equipamentos que coletam dados diariamente sobre as condições climáticas. Das subprefeituras em estado de atenção de deslizamentos, Penha, Vila Prudente e São Mateus possuem esses aparelhos meteorológicos.

Das 12 subprefeituras da zona Leste, seis estão em estado de atenção decretado pela Defesa Civil. O motivo é o acúmulo de 60mm de chuva em 72 horas com previsão de continuidade nas regiões das subprefeituras de Guaianases, Vila Prudente, Cidade Tiradentes Penha, São Mateus e Aricanduva. A Defesa Civil explica que essa constatação traz riscos para a região uma vez que encharca o solo e favorece as condições para deslizamentos de terra.

As equipes da Defesa Civil, Prefeitura e demais órgãos envolvidos na Operação Chuvas de Verão estão em estado de alerta desde novembro de 2013 para atender à população. A orientação da Defesa Civil é que se o cidadão constatar alguma anormalidade, deve ligar para o telefone 199.

Entenda os estados de criticidade para escorregamentos:

Observação
Estado de normalidade prevista no período da Operação Chuvas de Verão.

Atenção
Chuva acumulada de 60mm em 72 horas e previsão de continuidade das chuvas e necessidade de remoções.

Alerta
Chuva acumulada de 60mm em 72 horas, com escorregamentos generalizados e previsão de chuvas moderadas e fortes. Intensificação do monitoramento e avaliação da necessidade de remoções preventivas das moradias em situação de risco alto.

Alerta máximo
Escorregamentos generalizados por todas as áreas de risco do município associados à necessidade de grandes números de remoções de moradias em risco alto e muito alto. Dimensão do evento supera a capacidade de atendimento do município, necessitando do apoio de instituições federais e/ou estaduais.

Fonte:
Prefeitura de São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *