Aumento do teto do FGTS para compra de imóveis deve acelerar vendas

Nesta semana, o governo elevou o valor máximo para compra de imóveis com recursos do FGTS de R$ 500 mil para R$ 750 mil. A decisão é válida para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, além do Distrito Federal.

A notícia foi bem recebida, até porque, com a disparada dos valores do imóveis no país, sobretudo após o boom imobiliário de 2008, alguns preços ficaram tão irreais que muita gente não conseguiu garantir sua casa própria. Agora, com o limite maior para financiamento com uso do FGTS, uma parcela maior da população deve ser beneficiada e muitas construtoras devem se preparar para novos lançamentos que atendam esta nova demanda de compradores.

Os principais problemas são referentes a não cumprimento de contrato, cobrança de taxas indevidas, problemas construtivos e atraso na entrega. Tapai está à disposição para dar dicas para quem vai comprar um imóvel, seja novo ou usado, entre elas:

– Nunca compre por impulso, por isso, não feche o negócio no primeiro dia que visitou o imóvel

– Observe o contrato com atenção e não hesite em levar para um especialista conferir. É direito do consumidor pedir uma cópia do contrato para levar para casa antes de assinar.

– Faça uma busca no nome da construtora e procure opiniões/reclamações de quem já comprou imóvel com ela. Vasculhe se não há ações na justiça contra a empresa e se ela tem um bom histórico de entrega de obras

– Se no momento da compra a empresa prometer que vai te entregar itens como bônus, a exemplo de churrasqueira na varanda ou eletrodomésticos, exija que isso seja garantido no contrato

– Peça para o corretor fazer uma simulação exata da correção das parcelas ao longo do período de obras para garantir que não vai corroer sua renda

– Observe a vizinhança, infraestrutura do local (proximidade de comércio, transporte, hospitais e escolas), segurança e possíveis problemas como enchentes e barulhos

– Se a compra do imóvel for para fins comerciais, verifique se a lei de zoneamento permite o tipo de atividade desejada

– Procure saber na prefeitura se existem projetos de desapropriação para o terreno onde está localizado o imóvel

– Risque todas as folhas em branco do contrato e rubrique todas as páginas na frente de testemunhas maiores de 18 anos e sem parentesco com os envolvidos no negócio

– Exija uma via do contrato original e guarde-a com firma reconhecida de todas as assinaturas e, posteriormente, registre o documento no Cartório de Registro de Imóveis competente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *