Aquecimento no mercado imobiliário atrai novos profissionais

Imóveis sempre representaram uma excelente opção de investimento no Brasil, e, cada vez mais, isso vem ganhando mais força – seja pela alta do turismo que o País vai receber nos próximos anos ou pelo momento de estabilidade econômica -, pessoas que investem em imóveis e trabalham com esse tipo de investimento estão no caminho certo.

Dentre as profissões que envolvem essa modalidade de trabalho, a ocupação de corretor de imóveis chama a atenção positivamente. Esse trabalho que, em 2012, completou 50 anos de regulamentação no Brasil, vive bom momento de especialização e conta com cada vez mais profissionais se capacitando e se preparando para as áreas de atuação. “O aumento nos negócios no que tange à indústria da construção civil e ao mercado imobiliário, aliado à rápida segmentação e às novas demandas, ampliaram muito o espaço para o corretor de imóveis, bastante requisitado em todo o País“, afirma Carlos Samuel de Oliveira Freitas, advogado e diretor de condomínios e jurídico da Imobiliária Primar Administradora de Bens, do Rio de Janeiro.

Segundo Freitas, além da mediação nas compras e vendas de imóveis, o corretor hoje também pode ter a função de trabalhar nos segmentos de consultoria de mercado, locação e administração de carteira imobiliária, assessoria técnica e financeira para financiamentos e documentação, atendimento e negociação em construtoras e também como professor e/ou instrutor em cursos de formação de novos profissionais.

Dado interessante apresentado pelo Creci-PR é de que, de todos os inscritos para se tornarem corretores imobiliários, 36% são do sexo feminino – trabalho que antes era quase que exclusivamente masculino.

Freitas comenta que o mercado imobiliário deve manter-se com uma demanda crescente por no mínimo mais dez anos e, para depois, talvez, se estabilizar em um patamar de negociações. “Isso porque é apontada, por exemplo, uma melhoria nas condições econômicas da população, culminando com, entre outras coisas, a ascensão de classes – e a segurança e a rentabilidade que o investimento em imóveis promove”, enfatiza Freitas.

Para o especialista, o bom corretor de imóveis é aquele que tem a visão de que a cidade inteira está à venda e enxerga todos os dias novas oportunidades de negócio. Por isso, para Freitas, essa é uma profissão que atrai cada vez mais interessados em melhorar de vida. “E ainda existe o fator do desejo constante das famílias que querem, cada vez mais, morar em locais melhores, investindo em bem-estar e sempre buscando um imóvel mais confortável e maior – e isso é cada vez mais presente com a ascensão de classes”, conclui o advogado.

SERVIÇO:
Primar Administradora de Imóveis
www.primaradministradora.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *