9 de setembro: Dia do Médico Veterinário

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 75% das doenças que acometem os seres humanos vêm dos animais – e os médicos veterinários atuam de diversas formas para nos proteger delas. São eles os responsáveis por inspecionar e avaliar todos os produtos de origem animal que chegam às nossas mãos, acompanhando cada etapa do processo entre a criação dos animais e a industrialização e comércio destes produtos e alimentos. São eles também os responsáveis por prevenir a entrada no País de pestes e doenças como a gripe aviária e a doença da vaca louca; e por desenvolver novas vacinas para tratar e erradicar estas doenças. Não por acaso, a OMS vem solicitando a inserção de médicos veterinários nas equipes de administração, planejamento e coordenação de programas de saúde de seus países-membros.

Além disso, os médicos veterinários estão se tornando cada vez mais importantes também para o desenvolvimento sustentável – atuando como agentes da preservação, proteção e conservação da biodiversidade, do uso sustentável de recursos naturais, do controle de riscos ao ambiente, da educação ambiental e do bem-estar animal, por exemplo.

Os médicos veterinários também atuam em inúmeras outras frentes ligadas à educação, à nutrição animal, ao melhoramento genético, às indústrias de medicamentos e de ração, ao biotério, aos cuidados com animais silvestres e selvagens e até mesmo na prevenção do bioterrorismo – entre inúmeras outras.

Brasil é recordista
Hoje, o Brasil é o país com maior contingente de médicos veterinários no mundo: os mais recentes números do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) atestam que há no Brasil 84.151 médicos veterinários na ativa em mais de 50 áreas de atuação – e cerca de cinco mil novos profissionais chegando ao mercado por ano. Em segundo lugar estão os EUA, com 83 mil. Ainda segundo o CFMV, o Brasil é recordista mundial em número de escolas para o ensino da Medicina Veterinária: são cerca de 190 instituições, sendo que 50 estão localizadas somente no Estado de São Paulo.

Responsabilidade Global
O presidente do CFMV, Benedito Fortes de Arruda, reitera o compromisso global dos médicos veterinários para com os homens, os animais e a natureza. “Temos responsabilidade socioambiental: trabalhamos com a segurança alimentar, buscando garantir alimentos em quantidade e qualidade para gerações atuais e futuras; estamos atentos à questão da economia verde e da coexistência entre homens, animais e seu meio ambiente para a manutenção da saúde”, diz – explicando que é também responsabilidade do médico veterinário estabelecer parâmetros, normas e procedimentos para conscientizar pecuaristas e agricultores sobre o uso sustentável dos recursos naturais disponíveis no ambiente em que atuam.

SERVIÇO:
Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV)
www.cfmv.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *